Ir para o conteúdo
  MENU

Câmara Municipal de Santarém

Página principal

Agenda

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
15
Data : 2018-06-15
21
Data : 2018-06-21
22
Data : 2018-06-22
  SEGUIR

Aproveite o que Santarém tem para lhe oferecer este fim de semana

quinta-feira:

Esta quinta-feira, dia 25 de janeiro, às 18h30, o CIJVS - Centro de Investigação Professor Doutor Joaquim Veríssimo Serrão, realiza a Assembleia de Investigadores n.º 104, com uma comunicação proferida por Gabriela Gândara Terenas, com o tema: “Perceções Visuais e Impressões Escritas da Primeira Grande Guerra ao Tempo do Modernismo Português: a Intervenção Luso-Britânica”, na Casa de Portugal e de Camões. A Sessão tem entrada livre.

"Quando o movimento modernista ensaiava os seus primeiros passos em Portugal, rebentava um dos primeiros grandes conflitos à escala global. A resistência oferecida pela Grã-Bretanha face à intervenção de Portugal na Guerra, bem como as posições extremadas de intervencionistas e anti-intervencionistas refletiram-se, tanto sob a forma de ilustrações como de artigos publicados na imprensa periódica coeva, e também nas memórias dos militares que integraram o CEP (Corpo Expedicionário Português). Em alguns casos, esses discursos escritos e visuais desconstruíram estereótipos e noutros criaram novos imagotipos culturais dos aliados britânicos. A presente comunicação visa cotejar essas (des)construções de cariz memorialístico com as perceções visuais e as impressões escritas do conflito que foram sendo divulgadas nos periódicos. Entre estes devem destacar-se, para o estudo em apreço, dois títulos: A Águia, onde Fernando Pessoa fez a sua estreia literária e colaboraram vários dos fundadores de Orpheu, revista emblemática do modernismo português; e a Ilustração Portuguesa, importante acervo da realidade lusa do primeiro quartel do século XX, que contou com a colaboração artística de Stuart Carvalhais".

Gabriela Gândara Terenas é Professora Associada em Estudos Literários e (Inter-)Culturais Ingleses e Norte-Americanos (na especialidade de Cultura Inglesa e Relações Culturais Luso-Britânicas) pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, onde coordena o Mestrado em Tradução no Departamento de Línguas, Culturas e Literaturas Modernas. É Diretora da Revista de Estudos Anglo-Portugueses e coordenadora de projetos de investigação nacionais e internacionais. Tem mais de trinta estudos publicados no âmbito das relações luso-britânicas nos séculos XIX e XX.

É Membro do Centro de Investigação Professor Doutor Joaquim Veríssimo Serrão.

sexta-feira:

Esta sexta-feira, dia 26 de janeiro, às 15h00, tem início o Festival Court Atlante, no Convento de S. Francisco, que conta com a participação de Ricardo Gonçalves, Presidente da Câmara de Santarém, Empresários, entre outros convidados e público em geral, com Cocktail de vinhos topo de gama, oferecido pela CVR Tejo.

Às 17h00, tem lugar um Workshop gourmet do gin artesanal Manel - o gin mais caro do mundo.

Às 18h00, há Showcooking com o Chef Rodrigo Castelo, às 19h00, degustação do chocolate Royal Cocoa (a única chocolataria nacional de luxo) e às 22h00, Concerto de Marta Pereira da Costa - a única Mulher a tocar guitarra Portuguesa (atua acompanhada de um quinteto).

O Court Atlante decorre até domingo.

Entradas:11 para sexta-feira, 16 para sábado, e domingo com entrada livre.

Quem comprar entrada para sexta-feira e sábado, o valor fica em 21.

A história do evento que aqui se apresenta começa naquela que é a história do luxo mundial, em que Portugal teve um papel eminente pelas repercussões da nossa epopeia marítima global que percorreu países seminais na criação de luxo: India, Japão, China, Brasil ou Pérsia. Demos a conhecer ao mundo, como nenhum povo, os artigos de luxo mais surpreendentes. Mercadejámos algumas das peças mais valiosas de sempre como as, até então desconhecidas, lustrosas sedas da China, especiarias da India, mobiliário de madeiras exóticas do Brasil, baús com pedras incrustadas e madrepérola do Japão, tapeçaria da Pérsia, colheres de marfim da Serra Leoa, taças em cristal rocha do Sri-Lanka, entre outras.

O Festival Court Atlante conta com a participação de empresas nacionais de prestígio internacional, presentes em mais de 80 mercados mundiais dos seguintes sectores: vinho, mobiliário, pele, pedra, joalharia, calçado, antiguidades, porcelanas, chapelaria, imobiliário, perfumaria, design, chocolataria e têxtil.

Às 15h00, o Campo da Escola Superior Agrária recebe o Jogo entre a Associação de Futebol de BRAGA e a Associação de Futebol do ALGARVE, da Fase Final Taça das Regiões da UEFA. Entrada Livre.

Às 18h30, tem início a Festa em Honra de S. João Crisóstomo, na Aldeia da Ribeira, com o acender da tradicional fogueira. Às 20h00, tem lugar a abertura do Barril.

Às 23h00, há Baile com o Grupo ROCONORTE, e às 03h00, há Long Night com DJ Kristof.

Às 21h30, o Centro Cultural Regional de Santarém – Fórum Actor Mário Viegas, recebe a CESTA d’ARTES - CARTÃO DE APRESENTAÇÃO, pelo ALCANENA EM CENA - GRUPO DE TEATRO, realizado com base no seu último espetáculo "ERA UMA VEZ NUM TEATRO”, com direção e encenação de Vicente Batalha.

Trata-se de uma viagem com muitas histórias dos vários teatros, de homenagem aos dramaturgos BERNARDO SANTARENO, um homem da cidade com origens em Espinheiro - Alcanena, e a ROMEU CORREIA no seu centenário.

Neste “Cartão de Apresentação” misturam-se muitas interrogações: o que é o Teatro? Quem somos? Donde viemos? Para onde vamos? Porque estamos aqui?

Se o teatro não dá um sentido à vida, pelo menos enche a vida de sentido.

Espetáculo comemorativo do 63º Aniversário do Cine - Teatro São Pedro, em Alcanena, com a peça “Era Uma Vez Num Teatro”, do grupo Alcanena em Cena.

sábado:

Este sábado, dia 27 de janeiro, às 08h00, prossegue a Festa em Honra de S. João Crisóstomo, na Aldeia da Ribeira.

Às 08h30, chega a Banda do Xartinho, às 09h00, tem início o Peditório.

Às14h30 há Missa em Honra de S. João Crisóstomo, seguida de Procissão e às 15h00, abre a Quermesse e tem início o Arraial com atuação da Banda.

Às 19h00, tem lugar o lançamento do Balão e às 19h30, a despedida da Banda.

Pelas 23h00, tem início o Baile com o Grupo Musical OS LORDS e a partir das 03h00, há Long Night com DJ K MIRANDA.

Às 10h30, a Fundação Passos Canavarro – Casa Museu, recebe a iniciativa “JARDINS HISTÓRICOS: UMA NOVA ROTA CULTURAL DO CONSELHO DA EUROPA”, no âmbito dos 15 anos comemorativos da Associação Portuguesa dos Jardins Históricos.

Às 10h30, tem lugar a Recepção com café, aos participantes. Às 11h00, Guilherme d’Oliveira Martins, Presidente da Comissão Nacional do Ano Europeu do Património Cultural, apresenta a palestra "Portugal e as rotas culturais do Conselho da Europa", e às 11h30, Albert Robert, da Junta Directiva da Asociación Cultural Red Europea de Jardines Históricos e 1er. Teniente de Alcalde de Lloret de Mar, apresenta "A rota cultural dos jardins históricos do Conselho da Europa: a sua recente formação e as perspetivas". A partir das 12h00, tem lugar o Debate.

Inscrições prévias até 25/01 - 5,00, através da FUNDAÇÃO PASSOS CANAVARRO - Arte, Ciência e Democracia - CASA-MUSEU – Tel.: 243 325 708/9.

Às 11h30, há SÁBADO TEATRAL - Aqui há Fantoches, na Livraria Aqui Há Gato. Entrada livre.

Vamos dar voz às personagens das Histórias de encantar. Prometemos diversão e muita alegria!

(Duração) 30’ (Classificação) para todos

Às 15h00, o Festival Court Atlante, prossegue no Convento de S. Francisco. Às 16h00, decorre um Debate sobre o luxo em Portugal com Misha Pinkhasov - autor do livro Real Luxury Book, entre outros oradores.

Às18h00, tem lugar a apresentação do livro “Atlântida” pelo seu autor, Professor José Manuel Gandra.

Às19h00, há Prova de Gin Gotik, distinguido como o melhor gin português na categoria dos London Dry Gin pelo World Gin Awards, 2018.

Às 23h00 Moullinex atua, em formato de Dj set. Moullinex é autor de um dos melhores discos do ano passado, um artista com uma carreira internacional firmada e dono de uma das editoras mais proeminentes do nosso país.

Às 17h00, há SÁBADO TEATRAL - Aventura no Mar, na Livraria Aqui Há Gato. Vamos mergulhar no mar profundo em busca de um tesouro e seguir numa aventura cheia de emoções, cores e brilhos que só a magia da Luz Negra consegue mostrar.

(Duração) 30’ (Classificação) para todos (Preço) 3€ - gratuito até aos 12 meses

domingo:

Este domingo, dia 28 de janeiro, a partir das 08h00, prossegue a Festa em Honra de S. João Crisóstomo, na Aldeia da Ribeira, com Alvorada.

Às 08h30, chega a Banda da Gançaria e a partir das 09h00, tem início o Peditório.

Às 15h00, abre a Quermesse e tem início o Arraial com atuação de Banda.

Pelas19h30, decorre a despedida da Banda com Fogo de Artifício e entrega da Bandeira e a partir das 22h30, tem lugar a atuação da Escola de Danças de Salão do Centro Cultural e Recreativo de Aldeia da Ribeira.

Pelas 23h00, tem início o Baile com DAVID C.

A Festa em Honra de S. João Crisóstomo, na Aldeia da Ribeira, prossegue até segunda-feira, dia 29 de janeiro.

Aproveite a última oportunidade para visitar o Festival Court Atlante, a partir das 15h00, no Convento de S. Francisco.

Às 16h00, tem lugar a Palestra sobre a etiqueta e protocolo de luxo na era moderna, por Vasco Ribeiro dos Santos.

Às 17h00, decorre a Palestra sobre Luxury and Destination Weddings, com Célia Pratas.

Às 18h00, há Showcooking com o Chef Parisiense Thomas Dagorn (comida gourmet vegetariana).

O Festival Court Atlante encerra às 20h00.

Em permanência:

Até dia 31 de janeiro, visite a Mostra Bibliográfica “Dia Internacional da Pessoa com Deficiência”, na Biblioteca Municipal Braamcamp Freire, de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00.

A Biblioteca Municipal Braamcamp Freire assinala o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, que se comemora no dia 3 de dezembro, com uma Mostra Bibliográfica.

Trata-se de pessoas como quaisquer outras que merecem o nosso respeito, a igualdade de oportunidades, o reconhecimento dos seus direitos incluindo a sua autonomia individual.

A falta de acesso a bens e serviços deve ser solucionada de forma coletiva e a comunidade deve abordar este problema das pessoas com deficiência apenas como uma característica da condição humana.

Durante três décadas e consequentes anos de esforços, as Nações Unidas adotaram em 2006 a Convenção das Nações Unidas Sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência, que entrou em vigor a 3 de Maio de 2008, e que visa proteger e defender os direitos das pessoas com deficiência.

Até dia 31 de janeiro, visite a Mostra BibliográficaVamos ler… José Rodrigues dos Santos”, na Sala de Leitura Bernardo Santareno, de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00 e ao sábado, das 09h30 às 12h30.

Escritor, jornalista e professor Universitário, José Rodrigues dos Santos é uma figura sobejamente conhecida não só pelos livros já publicados mas sobretudo pelo mundo da televisão.

Natural de Moçambique, é hoje um dos jornalistas mais influentes para as novas gerações. A sua vasta obra, ensaios e ficção, coloca-o como um dos escritores portugueses contemporâneos a alcançar o maior número de edições com livros que venderam mais de cem mil exemplares.

Até dia 17 de fevereiro, visite a Exposição “Santarém Cidade em Crescente”, na Casa do Brasil, em Santarém. Esta Mostra, que vai estar patente durante 9 meses, distribui-se por 10 espaços de Exposição, e apresenta 70 Peças, pertencentes ao espólio do Museu Municipal de Santarém, do Museu Etnográfico da Ribeira de Santarém, do Museu Municipal Carlos Reis de Torres Novas, do Museu Nacional de Arte Antiga e do Museu Geológico de Lisboa. Patente de terça-feira a sábado, das 09h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30.

A Exposição apresenta-se como uma proposta de leitura do espírito do lugar (Genius loci), de modo a consubstanciar-se numa logomarca agregadora das estratégias culturais, sociais e económicas, do município.

Esta leitura parte de uma matriz identitária de base geográfica - mediterrâneo oriental – ‘crescente fértil, sublinhando a dimensão da memória da sua paisagem cultural (fertilidade - ‘paisagem da abundância’).

A exposição aborda temáticas diversificadas, muito ligadas com o fundo cultural da região, com destaque para a importância da agricultura: vinho, azeite e cereais, do touro e do cavalo, do rio e da lezíria. Explora, paralelamente, as vertentes simbólico-religiosas, particularmente as ligadas à fertilidade - ‘paisagem da abundância’, e interpreta a importância local, o simbolismo e a religiosidade das águas, presentes no mito de Santa Iria."

“Santarém Cidade em Crescente” combina objetos museológicos: Harpócrates, capitel árabe, pithoi fenícios, lucernas islâmicas, ânforas, talhas, arreios e selas, estelas medievais, etc, com imagens iconográficas e fotográficas e conta com três instalações de arte contemporânea de Carlos Amado, sobre O Sagrado e o Azeite, Fernanda Narciso, sobre o Rio e de João Maria, sobre Mãe Terra. Origem da Terra – Cromlek.

Esta iniciativa aposta fortemente na componente sensorial, experiencial e multimédia, em que se destacam três Projetos Multimédia: dois do Realizador Jorge Sá: “Tons da Terra” – Génese e simbolismos ancestrais da Humanidade e “Não se Es gota”- sobre a Água e o terceiro, “Aqui se ara”, de Diana Amado, que vão estar patentes e podem ser vistos, durante os 9 meses da exposição.

Carlos Amado e Luís Mata, técnicos da Câmara de Santarém, foram os autores deste projeto, a partir da investigação sobre a história de Santarém, realizada por Luís Mata. A coordenação desta exposição está a cargo de Carlos Amado.

À semelhança da exposição anterior – “Modos, Medos e Mitos”, esta exposição tem como objetivos gerais: assinalar o papel histórico das civilizações do mediterrâneo oriental (fenícios, sírios, árabes, judeus) na paisagem e na estrutura urbanística da Cidade; realçar a característica urbana da topografia de Santarém: Cidade de planalto (Móron = monte); sublinhar a importância da agricultura na economia regional, nomeadamente do vinho, do azeite, dos cereais e dos legumes, muitos deles introduzidos pelos povos do levante; acentuar o papel dos conhecimentos tecnológicos e da ação humana dos muçulmanos na criação de uma paisagem aluvionar (a lezíria de Santarém como o resultado de uma transferência tecnológica de uma agricultura característica das civilizações do crescente fértil e sua adaptação às características naturais locais: campos de lezíria antigos e modernos; consolidação dos mouchões, colmatagem contínua das terras sujeitas ao regime de cheias, fixação nos terraços fluviais embutidos desde o Paleolítico Inferior); reproduzir a dimensão cultural e mental do Tejo, com paralelos no mar Mediterrâneo, no Médio Oriente e no Norte de África; assinalar o convívio entre o Homem e o elemento água, num equilíbrio representativo de uma paisagem cultural (tal como Veneza ou o Nilo); a religiosidade e o simbolismo das águas: Santa Iria, fertilidade, etc (tal como o Nilo, o Tejo tem um regime hídrico de cheias regulares – ‘crescidas’ – que vão garantindo a reposição da fertilidade do solo e o consequente sucesso da instalação das populações, bem como destacar a importância cultural e simbólica do cavalo e do touro (cornos=crescente).

Até dia 28 de fevereiro, a Biblioteca Municipal Braamcamp Freire tem patente a Mostra Documental “Falam documentos de outras eras”, que pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00.

Verde de Alvysquer// Carregou ao Thesoureiro vinte edous/ mil Reis importância do primei/ro quartel Santarem 7 de Maio de 1818. Assina o escrivão, Domingos José da Costa e o tesoureiro, Simão.

Os livros de Receita e Despesa da Câmara da Vila de Santarém contêm o registo das rendas pagas ao tesoureiro, dos bens de raiz (imóveis rústicos e urbanos) camarários. E por sua vez, o registo da despesa (pagamentos) efetuada pelo tesoureiro.

O Verde de Alvisquer consiste no pagamento da renda ao Município pelas terras arrendadas (rendas do verde), para sementeiras de sustento animal/pastagens, nos campos ribeirinhos da Vila de Santarém. O Livro contém o termo de abertura e encerramento, está assinado e rubricado pelo vereador da Câmara, Cláudio Manoel d’Almeida Cardoso Telles.

Até dia 31 de março, visite a Exposição “Coleção de arte contemporânea ‘Manuela de Azevedo’, na Biblioteca Municipal Anselmo Braamcamp Freire, de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 12h30 e das 14h00 às 17h30.

Na Casa-Museu Anselmo Braamcamp Freire encontra-se em exposição parte do espólio artístico da jornalista Manuela Ferreira de Azevedo, doado à Câmara Municipal de Santarém no final da década de 80, espólio esse que contempla reconhecidos artistas nacionais e internacionais.

De 3 de Janeiro até ao final de Março estará em destaque trimestral uma obra da autoria de Oswaldo Teixeira: “Paisagem Urbana”, Gravura s/ papel (água forte), datada de 1937.

Visite o Núcleo Museológico do Tempo - Torre das Cabaças, com destaque para o Relógio Solar da Torre, de quarta-feira a domingo, das 09h30 às 12h30 e das 14h00 às 17h30 (sob marcação através do telefone: 243 377 290 ou 912 578 970.

“Segmento de fuste de coluna com altos-relevos nas duas faces opostas. Numa encontra-se o brasão oitocentista das armas da Vila de Santarém e na outra em quadrante solar, vertical e retangular sem estilete, com orientação a meridional (quadrante meridiano). O relógio de sol encontra-se datado e a numeração das partes do dia (horas) foram insculpidas em capitais romanos, pelo processo de sulco, na sequência das linhas divisórias.

O brasão de Santarém, documentado na sigilografia desde 1246, encontra-se presente em vários testemunhos da arquitetura civil, como a ponte de Alcorce, o Chafariz de Palhais ou das Figueiras, o padrão de Santa Iria ou a Fonte da Junqueira. Testemunhando o domínio da propriedade municipal, a partilha de despesas entre o município e a coroa, a ostentação ou a comemoração dos seus emblemas (o castelo e o rio e escudetes régios), ele constitui uma fonte essencial para a história concelhia e para a identidade das suas populações no tempo e no espaço”.

Visite o Centro de Interpretação Urbi Scallabis – USCI, no Jardim Portas do Sol, de quarta-feira a domingo das 09h15 às 12h30 e das 14h00 às 17h15.

“Instalado no Jardim Portas do Sol, o Centro de Interpretação Urbi Scalabis concilia, de forma harmoniosa, a dimensão turística e a vertente científica, fruto de um aprofundado trabalho de estudo e investigação.

A área expositiva oferece uma fácil abordagem no domínio inovador da interatividade, que permite, à distância de um toque digital, identificar e localizar o valor do património arquitetónico, a riqueza da tumulária, a abundância da heráldica e a qualidade da azulejaria que a cidade ostenta e que, muitas vezes, os escalabitanos e os turistas desconhecem”. Para mais informações, contate: 243 357 288.

Contactos

  • Município

  • Freguesias

  • Empresas Municipais

  • Segurança

  • Saúde e Serviços Sociais

  • Serv. Judiciais

  • Serv. Públicos

  • Serviço de Higiene e Limpeza

     800 207 776

  • Serviços de Cemitérios

     243 352 034
     

  • Casa Pedro Álvares Cabral/Casa do Brasil

    243 304 652

  • Posto de Turismo

     243 304 437
     

  • Biblioteca Municipal Braamcamp Freire

    243 330 240 
     

  • Divisão de Ação Social e Saúde

     243 304 400

  • BLV- Banco Local de Voluntariado

     243 304 400
     

  • Serviço de Atendimento a Familiares e a Doentes de Alzheimer

    243 304 400

  • Câmara Municipal de Santarém

    243 304 200

  • Programa Rede Social – CLASS

     243 304 424
     

  • Gabinete de Psicologia da Criança e do Adolescente

     243 304 400
     

  • Gabinete de Apoio ao Imigrante e Minorias Étnicas

     243 304 400

  • Secção de Receitas

     243 304 217
     

  • Tesouraria

     243 304 214
     

  • Divisão de Espaços Públicos e Ambiente

    243 304 250

  • Divisão de Planeamento e Urbanismo

    243 304 627 243 304 613

  • Divisão de Educação e Juventude

    243 304 400

  • Ambiente e Sustentabilidade - Equipa Multidisciplinar de Ação para a Sustentabilidade

    243 304 400

  • Serviço de Atendimento da Divisão de Ação Social e Saúde

    243 304 400

  • Divisão de Obras e Projetos

    243 304 241 243 304 297

  • Divisão de Recursos Humanos e Administração

    243 304 200

  • NIAC - Núcleo de Informação Autárquica ao Consumidor

    . 243 304 408 
     

  • Serviço de Sanidade e Higiene Pública Veterinária

     243 304 230
     

  • Relações Públicas e Comunicação

    243 304 400

  • Assembleia Municipal de Santarém

    243 304 223
     

  • Gabinete Técnico Florestal

    243 333 122

  • Departamento Técnico e Gestão Territorial

    243 304 628

  • Sala de Leitura Bernardo Santareno

     243 304 649
     

  • Departamento de Administração e Finanças

    243 304 200

  • Bombeiros Municipais de Santarém

    243 333 122 / 243 333 091

  • Centro Local de Apoio à Integração de Imigrantes

     243 304 400/243 304 409

  • RLIS – Rede Local de Intervenção Social

     914 516 813

     

  • Casa do Ambiente

    243 321 183

  • Loja do Cidadão

    707 241 107

  • Teatro Sá da Bandeira

    243 309 460

     

  • Centro de Investigação Prof. Doutor Joaquim Veríssimo Serrão

    243 304 662

     

  • União de Freguesias da cidade de Santarém

    243 321 531

  • Junta de Freguesia de Gançaria

    243 405 164

  • União das freguesias de Casével e Vaqueiros

    243 441 253

  • União das Freguesias de Azoia Cima e Tremês

    243 479 923

  • Junta de Freguesia de Moçarria

    243 499 592

     

  • Junta de Freguesia de Póvoa da Isenta

    243 769 350

  • União das Freguesias de São Vicente do Paúl e Vale de Figueira

    243 441 857

  • Junta de Freguesia de Arneiro das Milhariças

    243 449 807

  • Junta de Freguesia de Vale de Santarém

    243 769 614

  • União das Freguesias da Romeira e Várzea

    243 469 758

  • Junta de Freguesia de Pernes

    243 440 570 

     

  • Junta de Freguesia de Amiais de Baixo

    249 870 787

  • União Freguesias de Achete, Azoia Baixo e Póvoa Santarém

    243 469 555

  • Junta de Freguesia de Abrã

    243 400 548

     

  • Junta de Freguesia de Alcanede

    243 400 313

  • Junta de Freguesia de Abitureiras

    243 469 599

  • Junta de Freguesia de Alcanhões

    243 429 794

  • Junta de Freguesia de Almoster

    243 491 404

  • Pavilhão e Nave Desportiva Municipal

     243 300 908

  • A.S. - Empresa das Águas de Santarém - EM, S.A.

    243 30 50 50

  • Piscinas do Sacapeito

     243 300 905

  • Complexo Aquático Municipal

     243 300 900
     

  • Viver Santarém

    243 300 900

     

  • Proteção Civil Municipal

    243 333 122/ 243 333 091

  • Bombeiros Municipais de Santarém

     243 333 122 / 243 333 091 

  • Polícia de Segurança Pública

    243 322 022/23/24

  • Guarda Nacional Republicana Brigada 2 - Grupo Territorial de Santarém

    243 300 070

     

  • Bombeiros Voluntários De Santarém

    243377900

     

  • Serviço Municipal de Proteção Civil

    800 222 122

  • Hospital Distrital de Santarém

     243 300 200 

  • Centro Regional de Segurança Social

    243 330 400

  • Administração Regional de Saúde

    243 300 700

  • Unidade de Saúde Familiar do Planalto (Centro de Saúde de Santarém)

    243 303 231/32/33 

  • Unidade de Saúde familiar de S. Domingos (C.S. Santarém)

    243 330 600/601

  • Santa Casa da Misericórdia de Santarém

    243 305 260

  • Cruz Vermelha Portuguesa

     243 323 374
     

  • APAV – Associação Portuguesa de Apoio à Vítima

    243 356 505

     

  • GAV - Gabinete de Apoio à Vítima de Santarém

    243 356 505

  • Procuradoria da Instância Local Criminal de Santarém

    243 305 150

  • Procuradoria da Instância Central de Instrução Criminal de Santarém

    243 305 150

  • Procuradoria da Instância Central Criminal de Santarém

    243 305 150

  • DIAP

    243 305 150

  • Procuradoria da Instância Central do Trabalho de Santarém

    243 305 150

  • Procuradoria da Instância Central Cível de Santarém

    243 305 150

  • Procuradoria do Tribunal da Concorrência, Regulação e Supervisão

    243 305 150

  • Procuradoria da Instância Central de Comércio de Santarém

    243 305 150

  • Procuradoria da Instância Central de Família e Menores de Santarém

    243 305 150

  • CTT – Estação

    243 309 730

  • Portugal Telecom, Comunicações S.A.

    243 500 900

  • EDP - LTE - Eletricidade de Portugal

    808 505 505 (linha comercial)

    800 506 506 (avarias

  • Rodotejo

    243 333 200

  • CP - Caminhos-de-ferro Portugueses

    243 333 180

    www.cp.pt

  • Museu Diocesano de Santarém

    243 304 065

  • Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas – CNEMA

    243 300 300

     

×

Workshop: Opções de Adaptação às Alterações Climáticas no Território de Santarém