Ir para o conteúdo
  MENU

Câmara Municipal de Santarém

Página principal

Agenda

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
  SEGUIR

Aproveite o que Santarém tem para lhe oferecer este fim de semana

sexta-feira:

Esta sexta-feira, dia 23 de fevereiro, tem início no CNEMA – Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas, a 31ª edição da Lusoflora, promovida pela Associação Portuguesa de Produtores de Plantas e Flores Naturais – APPPFN.

A Lusoflora, feira de viveirismo, floricultura e jardinagem, vai ter um espaço de exposição de produtos, equipamentos e serviços destinados ao profissional do sector da horticultura ornamental e vai contar, ainda, com iniciativas paralelas, como workshops de arte floral, da técnica japonesa Kokedama, jardinagem e jardins verticais.

O tema central desta edição é “Inovação e sustentabilidade” e vai funcionar também como mote para um colóquio que se realiza ao longo dos dois dias, com várias personalidades e entidades do sector.

Mais informações em: http://www.cnema.pt/calendario_apresentacao.php?aID=7623

Às 21h30, há Cesta D’Artes, no Centro Cultural Regional de Santarém – Fórum Actor Mário Viegas, com a Tuna da UTIS – Universidade da Terceira Idade de Santarém, numa organização do CCRS e do Teatrinho de Santarém.

A Tuna da UTIS nasceu com o intuito de dinamizar e incentivar o espírito académico através da manifestação musical e do encontro lúdico entre os seus elementos. A Tuna da UTIS é um espaço de encontro e de manifestação cultural e lúdica.

A atual formação, sob orientação de Carlos Dantas, tem 10 anos de existência e é composta por músicos e por cantores, num total de 50 elementos.

Entre as inúmeras atuações que tem realizado destacam-se diversos eventos a convite de várias entidades de Santarém e da região e as quatro atuações na RTP em programas realizados e transmitidos em direto.

Com mais de 150 atuações, o seu repertório assenta sobretudo em temas da música ligeira e popular portuguesa, desde o início do século passado até aos dias de hoje.

A Tuna da UTIS proporciona um espetáculo com muita alegria e certamente, do agrado geral do público.

sábado:

Este sábado, dia 24 de fevereiro, prossegue a 31ª edição da Lusoflora, promovida pela Associação Portuguesa de Produtores de Plantas e Flores Naturais – APPPFN, no CNEMA – Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas

A Lusoflora, feira de viveirismo, floricultura e jardinagem, vai ter um espaço de exposição de produtos, equipamentos e serviços destinados ao profissional do sector da horticultura ornamental e vai contar, ainda, com iniciativas paralelas, como workshops de arte floral, da técnica japonesa Kokedama, jardinagem e jardins verticais.

O tema central desta edição é “Inovação e sustentabilidade” e vai funcionar também como mote para um colóquio que se realiza ao longo dos dois dias, com várias personalidades e entidades do sector.

Mais informações em: http://www.cnema.pt/calendario_apresentacao.php?aID=7623

Às 11h30, há Sábado Teatral - Aventura no Mar, na Livraria Aqui Há Gato. Entrada livre.

Vamos mergulhar no mar profundo em busca de um tesouro e seguir numa aventura cheia de emoções, cores e brilhos que só a magia da Luz Negra consegue mostrar.

(Duração) 30’ (Classificação) para todos (Preço) 3€ gratuito até aos 12 meses

Às 16h00, há Palestra "As Faces da Arte" por Aurélio Lopes e Vítor Serrão, no Centro Cultural Regional de Santarém – Fórum Actor Mário Viegas.

Às 19h30, a Casa de Convívio de São Vicente, acolhe uma Noite de Fados, organizada pela 1ª. Secção do Agrupamento de Escuteiros de Vale de Figueira – Lobitos, com Catarina Ferreira, Ana Paula Santos, Isabel Rosa, Artur Silvestre, Faustino Pereira, António Nascimento, Carlos Nascimento, Aníbal Santos e Ricardo Santos. Na Guitarra, Diogo Ferreira e na Viola, Rui Girão.

Às 21h30, há Noite de Fados, na Casa do Campino, organizada pela ACBR - Associação Casa dos Beirões no Ribatejo, com Carlos Leitão, Tânia Oleiro e José da Câmara. Na Viola, Luís Pontes e na Guitarra Portuguesa, Bruno Chaveiro.

Esta iniciativa tem como objetivo a angariação de fundos para construção do Complexo Social da Associação Casa dos Beirões no Ribatejo - ACBR. No intervalo será servida uma ceia (caldo verde, enchidos, arroz doce, pão vinho e água). Reserva de lugares pelo tel. 965 333 317 ou do e-mail . O número de lugares é limitado à capacidade da sala.

Às 21h30, tem lugar o Sarau Anual do Círculo Cultural Scalabitano “Cantando espalharemos por toda a parte”, no Teatro Sá da Bandeira.

«Navegabilidade para Oriente – descobertas, conquistas, evangelização, naufrágios, aventuras e desventuras»

A ação decorrerá no “Museu de Estátuas da Epopeia Portuguesa”. Nas salas “Da Descoberta do Caminho Marítimo para Oriente”, “Do Mercado no Oriente” e da “Etnografia Ribatejana”.

Numa deambulação pelo imaginário dos descobrimentos, os atores, músicos e bailarinos das Secções e Academias do Círculo vão conduzir-nos numa viagem com Navegantes, Religiosos e Militares. Veremos amores e desamores, naufrágios, aventuras e a glória da descoberta.

Nesta viagem, seremos guiados por Camões, Fernando Pessoa e Fernão Mendes Pinto, numa ação que alterna tempos e épocas, mas isso... é o sortilégio do teatro!

Ficha Técnica: Guião de José Ramos | Encenação: Nuno Domingos | Direção Coro: Maestro António Matias | Direção Orquestra Típica Scalabitana: Maestro Abílio Figueiredo | Coreografias: Encarnação Noronha | Participam: Veto Teatro Oficina, Coro do CCS, Orquestra Típica Scalabitana e Ballet da Academia de Dança do CCS

(Multidisciplinar) (Duração) 90’ (Classificação) M/06 (Preço) 5€

Informações e reservas: Círculo Cultural Scalabitano - Rua Maestro Luís Silveira n.º 4 | 2000-117 | Santarém. Tel.: (+) 351243321150 | Fax: (+) 351 243 321 377

domingo:

Este domingo, dia 25 de fevereiro, entre as 09h00 e as 13h00, o Grupo de Dadores de Sangue de Alcanhões promove uma recolha de Sangue, na Escola do 1º Ciclo de Alcanhões.

Às 16h00, tem lugar o Sarau Anual do Círculo Cultural Scalabitano “Cantando espalharemos por toda a parte”, no Teatro Sá da Bandeira.

«Navegabilidade para Oriente – descobertas, conquistas, evangelização, naufrágios, aventuras e desventuras»

A ação decorrerá no “Museu de Estátuas da Epopeia Portuguesa”. Nas salas “Da Descoberta do Caminho Marítimo para Oriente”, “Do Mercado no Oriente” e da “Etnografia Ribatejana”.

Numa deambulação pelo imaginário dos descobrimentos, os atores, músicos e bailarinos das Secções e Academias do Círculo vão conduzir-nos numa viagem com Navegantes, Religiosos e Militares. Veremos amores e desamores, naufrágios, aventuras e a glória da descoberta.

Nesta viagem, seremos guiados por Camões, Fernando Pessoa e Fernão Mendes Pinto, numa ação que alterna tempos e épocas, mas isso... é o sortilégio do teatro!

Ficha Técnica: Guião de José Ramos | Encenação: Nuno Domingos | Direção Coro: Maestro António Matias | Direção Orquestra Típica Scalabitana: Maestro Abílio Figueiredo | Coreografias: Encarnação Noronha | Participam: Veto Teatro Oficina, Coro do CCS, Orquestra Típica Scalabitana e Ballet da Academia de Dança do CCS

(Multidisciplinar) (Duração) 90’ (Classificação) M/06 (Preço) 5€

Informações e reservas: Círculo Cultural Scalabitano - Rua Maestro Luís Silveira n.º 4 | 2000-117 | Santarém. Tel.: (+) 351243321150 | Fax: (+) 351 243 321 377

Em permanência:

Até dia 24 de fevereiro, visite a Exposição de Desenho Figurativo de Antero Guerra “Os Rostos da Alma”, no Centro Cultural Regional de Santarém - Fórum Actor Mário Viegas.

A Exposição pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 16h00 às 19h00 e aos sábados, das 10h00 às 13h00.

Até dia 28 de fevereiro, visite a Mostra Bibliográfica “Dia Mundial da Justiça Social” – 20 fevereiro, na Biblioteca Municipal Braamcamp Freire, de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00.

O conceito de “justiça social” é definido como um conjunto de políticas que têm como missão resolver situações de desigualdade e exclusão social. Este conceito surgiu nos meados do século XIX como consequência da necessidade de se conseguir uma partilha equitativa dos bens socias e uma melhoria da condição de vida daqueles que mais sofrem com desigualdades. A essas desigualdades somam-se ainda os estigmas sociais associados à cor ou à condição económica de cada pessoa.

O “Dia Mundial da Justiça Social”, que se comemora a 20 de fevereiro, é uma efeméride que surgiu pelo reconhecimento da Assembleia Geral das Nações Unidas, a partir de 2009, que determinou que este dia passasse a ser comemorado com o objetivo de promover esforços para enfrentar questões como a pobreza, a exclusão e o desemprego.

Até dia 28 de fevereiro, visite a Mostra Bibliográfica “Vamos ler… Cesário Verde”, na Sala de Leitura Bernardo Santareno, de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00 e ao sábado, das 09h30 às 12h30.

Nascido a 25 de fevereiro de 1855, Cesário Verde foi considerado um dos pioneiros precursores da poesia que seria feita em Portugal no século XX.

A poética de Cesário afirma-se por retratar realidades quotidianas, o que o aproxima dos poetas portugueses do século XX e que em seu tempo o tornou tão incompreendido. As situações do quotidiano são um ponto de partida preferencial para os seus poemas.

Na linguagem e estilo utilizados, o poeta opta pelo vocabulário objetivo, pormenor descritivo, comparações, bem como utilização de imagens visuais de modo a dar uma dimensão realista do mundo daquela época.

Até dia 28 de fevereiro, a Biblioteca Municipal Braamcamp Freire tem patente a Mostra Documental “Falam documentos de outras eras”, que pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00.

Verde de Alvysquer// Carregou ao Thesoureiro vinte edous/ mil Reis importância do primei/ro quartel Santarem 7 de Maio de 1818. Assina o escrivão, Domingos José da Costa e o tesoureiro, Simão.

Os livros de Receita e Despesa da Câmara da Vila de Santarém contêm o registo das rendas pagas ao tesoureiro, dos bens de raiz (imóveis rústicos e urbanos) camarários. E por sua vez, o registo da despesa (pagamentos) efetuada pelo tesoureiro.

O Verde de Alvisquer consiste no pagamento da renda ao Município pelas terras arrendadas (rendas do verde), para sementeiras de sustento animal/pastagens, nos campos ribeirinhos da Vila de Santarém. O Livro contém o termo de abertura e encerramento, está assinado e rubricado pelo vereador da Câmara, Cláudio Manoel d’Almeida Cardoso Telles.

Até dia 31 de março, visite a Exposição “Coleção de arte contemporânea ‘Manuela de Azevedo’, na Biblioteca Municipal Anselmo Braamcamp Freire, de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 12h30 e das 14h00 às 17h30.

Na Casa-Museu Anselmo Braamcamp Freire encontra-se em exposição parte do espólio artístico da jornalista Manuela Ferreira de Azevedo, doado à Câmara Municipal de Santarém no final da década de 80, espólio esse que contempla reconhecidos artistas nacionais e internacionais.

De 3 de Janeiro até ao final de Março estará em destaque trimestral uma obra da autoria de Oswaldo Teixeira: “Paisagem Urbana”, Gravura s/ papel (água forte), datada de 1937.

Até dia 28 de abril, visite a Exposição “Santarém Cidade em Crescente”, na Casa Pedro Álvares Cabral / Casa do Brasil, de terça-feira a sábado, das 09h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30.

A exposição apresenta-se como uma proposta de leitura do espírito do lugar (genius loci), partindo de uma matriz identitária de base geográfica (mediterrâneo oriental – ‘crescente fértil’) e sublinhando a dimensão mnemónica da sua paisagem cultural.

A mostra combina objetos museológicos com imagens e instalações de arte contemporânea, apostando fortemente na componente sensorial, experiencial e multimédia.

O discurso expositivo aborda temáticas diversificadas, muito ligadas com o fundo cultural da região, destacando a importância da agricultura (vinho, azeite e cereais), do touro e do cavalo, do rio e da lezíria. Paralelamente, explora as vertentes simbólico-religiosas, particularmente as ligadas à fertilidade - ‘paisagem da abundância’. Finalmente, interpreta a importância local e o simbolismo e a religiosidade das águas, presentes no mito de Santa Iria.

Visite o Núcleo Museológico do Tempo - Torre das Cabaças, com destaque para o Relógio Solar da Torre, de quarta-feira a domingo, das 09h30 às 12h30 e das 14h00 às 17h30 (sob marcação através do telefone: 243 377 290 ou 912 578 970.

“Segmento de fuste de coluna com altos-relevos nas duas faces opostas. Numa encontra-se o brasão oitocentista das armas da Vila de Santarém e na outra em quadrante solar, vertical e retangular sem estilete, com orientação a meridional (quadrante meridiano). O relógio de sol encontra-se datado e a numeração das partes do dia (horas) foram insculpidas em capitais romanos, pelo processo de sulco, na sequência das linhas divisórias.

O brasão de Santarém, documentado na sigilografia desde 1246, encontra-se presente em vários testemunhos da arquitetura civil, como a ponte de Alcorce, o Chafariz de Palhais ou das Figueiras, o padrão de Santa Iria ou a Fonte da Junqueira. Testemunhando o domínio da propriedade municipal, a partilha de despesas entre o município e a coroa, a ostentação ou a comemoração dos seus emblemas (o castelo e o rio e escudetes régios), ele constitui uma fonte essencial para a história concelhia e para a identidade das suas populações no tempo e no espaço”.

Visite o Centro de Interpretação Urbi Scallabis – USCI, no Jardim Portas do Sol, de quarta-feira a domingo das 09h15 às 12h30 e das 14h00 às 17h15.

“Instalado no Jardim Portas do Sol, o Centro de Interpretação Urbi Scalabis concilia, de forma harmoniosa, a dimensão turística e a vertente científica, fruto de um aprofundado trabalho de estudo e investigação.

A área expositiva oferece uma fácil abordagem no domínio inovador da interatividade, que permite, à distância de um toque digital, identificar e localizar o valor do património arquitetónico, a riqueza da tumulária, a abundância da heráldica e a qualidade da azulejaria que a cidade ostenta e que, muitas vezes, os escalabitanos e os turistas desconhecem”. Para mais informações, contate: 243 357 288.

Contactos

  • Município

  • Freguesias

  • Empresas Municipais

  • Segurança

  • Saúde e Serviços Sociais

  • Serv. Judiciais

  • Serv. Públicos

  • Serviço de Higiene e Limpeza

     800 207 776

  • Serviços de Cemitérios

     243 352 034
     

  • Casa Pedro Álvares Cabral/Casa do Brasil

    243 304 652

  • Posto de Turismo

     243 304 437
     

  • Biblioteca Municipal Braamcamp Freire

    243 330 240 
     

  • Divisão de Ação Social e Saúde

     243 304 400

  • BLV- Banco Local de Voluntariado

     243 304 400
     

  • Serviço de Atendimento a Familiares e a Doentes de Alzheimer

    243 304 400

  • Câmara Municipal de Santarém

    243 304 200

  • Programa Rede Social – CLASS

     243 304 424
     

  • Gabinete de Psicologia da Criança e do Adolescente

     243 304 400
     

  • Gabinete de Apoio ao Imigrante e Minorias Étnicas

     243 304 400

  • Secção de Receitas

     243 304 217
     

  • Tesouraria

     243 304 214
     

  • Divisão de Espaços Públicos e Ambiente

    243 304 250

  • Divisão de Planeamento e Urbanismo

    243 304 627 243 304 613

  • Divisão de Educação e Juventude

    243 304 400

  • Ambiente e Sustentabilidade - Equipa Multidisciplinar de Ação para a Sustentabilidade

    243 304 400

  • Serviço de Atendimento da Divisão de Ação Social e Saúde

    243 304 400

  • Divisão de Obras e Projetos

    243 304 241 243 304 297

  • Divisão de Recursos Humanos e Administração

    243 304 200

  • NIAC - Núcleo de Informação Autárquica ao Consumidor

    . 243 304 408 
     

  • Serviço de Sanidade e Higiene Pública Veterinária

     243 304 230
     

  • Relações Públicas e Comunicação

    243 304 400

  • Assembleia Municipal de Santarém

    243 304 223
     

  • Gabinete Técnico Florestal

    243 333 122

  • Departamento Técnico e Gestão Territorial

    243 304 628

  • Sala de Leitura Bernardo Santareno

     243 304 649
     

  • Departamento de Administração e Finanças

    243 304 200

  • Bombeiros Municipais de Santarém

    243 333 122 / 243 333 091

  • Centro Local de Apoio à Integração de Imigrantes

     243 304 400/243 304 409

  • RLIS – Rede Local de Intervenção Social

     914 516 813

     

  • Casa do Ambiente

    243 321 183

  • Loja do Cidadão

    707 241 107

  • Teatro Sá da Bandeira

    243 309 460

     

  • Centro de Investigação Prof. Doutor Joaquim Veríssimo Serrão

    243 304 662

     

  • União de Freguesias da cidade de Santarém

    243 321 531

  • Junta de Freguesia de Gançaria

    243 405 164

  • União das freguesias de Casével e Vaqueiros

    243 441 253

  • União das Freguesias de Azoia Cima e Tremês

    243 479 923

  • Junta de Freguesia de Moçarria

    243 499 592

     

  • Junta de Freguesia de Póvoa da Isenta

    243 769 350

  • União das Freguesias de São Vicente do Paúl e Vale de Figueira

    243 441 857

  • Junta de Freguesia de Arneiro das Milhariças

    243 449 807

  • Junta de Freguesia de Vale de Santarém

    243 769 614

  • União das Freguesias da Romeira e Várzea

    243 469 758

  • Junta de Freguesia de Pernes

    243 440 570 

     

  • Junta de Freguesia de Amiais de Baixo

    249 870 787

  • União Freguesias de Achete, Azoia Baixo e Póvoa Santarém

    243 469 555

  • Junta de Freguesia de Abrã

    243 400 548

     

  • Junta de Freguesia de Alcanede

    243 400 313

  • Junta de Freguesia de Abitureiras

    243 469 599

  • Junta de Freguesia de Alcanhões

    243 429 794

  • Junta de Freguesia de Almoster

    243 491 404

  • Pavilhão e Nave Desportiva Municipal

     243 300 908

  • A.S. - Empresa das Águas de Santarém - EM, S.A.

    243 30 50 50

  • Piscinas do Sacapeito

     243 300 905

  • Complexo Aquático Municipal

     243 300 900
     

  • Viver Santarém

    243 300 900

     

  • Proteção Civil Municipal

    243 333 122/ 243 333 091

  • Bombeiros Municipais de Santarém

     243 333 122 / 243 333 091 

  • Polícia de Segurança Pública

    243 322 022/23/24

  • Guarda Nacional Republicana Brigada 2 - Grupo Territorial de Santarém

    243 300 070

     

  • Bombeiros Voluntários De Santarém

    243377900

     

  • Serviço Municipal de Proteção Civil

    800 222 122

  • Hospital Distrital de Santarém

     243 300 200 

  • Centro Regional de Segurança Social

    243 330 400

  • Administração Regional de Saúde

    243 300 700

  • Unidade de Saúde Familiar do Planalto (Centro de Saúde de Santarém)

    243 303 231/32/33 

  • Unidade de Saúde familiar de S. Domingos (C.S. Santarém)

    243 330 600/601

  • Santa Casa da Misericórdia de Santarém

    243 305 260

  • Cruz Vermelha Portuguesa

     243 323 374
     

  • APAV – Associação Portuguesa de Apoio à Vítima

    243 356 505

     

  • GAV - Gabinete de Apoio à Vítima de Santarém

    243 356 505

  • Procuradoria da Instância Local Criminal de Santarém

    243 305 150

  • Procuradoria da Instância Central de Instrução Criminal de Santarém

    243 305 150

  • Procuradoria da Instância Central Criminal de Santarém

    243 305 150

  • DIAP

    243 305 150

  • Procuradoria da Instância Central do Trabalho de Santarém

    243 305 150

  • Procuradoria da Instância Central Cível de Santarém

    243 305 150

  • Procuradoria do Tribunal da Concorrência, Regulação e Supervisão

    243 305 150

  • Procuradoria da Instância Central de Comércio de Santarém

    243 305 150

  • Procuradoria da Instância Central de Família e Menores de Santarém

    243 305 150

  • CTT – Estação

    243 309 730

  • Portugal Telecom, Comunicações S.A.

    243 500 900

  • EDP - LTE - Eletricidade de Portugal

    808 505 505 (linha comercial)

    800 506 506 (avarias

  • Rodotejo

    243 333 200

  • CP - Caminhos-de-ferro Portugueses

    243 333 180

    www.cp.pt

  • Museu Diocesano de Santarém

    243 304 065

  • Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas – CNEMA

    243 300 300

     

×

4.a Edição - Raízes da Sustentabilidade - Sumidouros de CO2