Ir para o conteúdo
  MENU

Câmara Municipal de Santarém

Página principal

Agenda

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
  SEGUIR

CANCELADA - 2ª Ação de Remoção de jacintos de água no rio Alviela

Cancelada - Nova data a anunciar oportunamente

Tendo em consideração que não estão reunidas as condições para a realização da ação de remoção da espécie exótica infestante – jacinto-de-água no rio Alviela, agendada para dia 24 de março (sábado), junto à Ponte Romana de S. Vicente do Paúl, em virtude da zona se encontrar alagada por via da forte precipitação sentida nos últimos dias, a organização decidiu cancelar esta atividade. Oportunamente, anunciamos nova data.

A Câmara de Santarem vai promover a 2ª Ação de Remoção de jacintos de água no rio Alviela, em São Vicente do Paúl, junto da Ponte Romana, numa jornada que vai decorrer das 9h30 até às 17h30, e convida a população a colaborar nesta missão, de modo a devolver vida ao rio¸ através desta aposta que tem como objetivo a erradicação de jacinto-de-água, no rio Alviela. Aconselha-se o uso de roupa confortável, botins e luvas.

O Município de Santarém responde de forma eficiente ao problema ambiental e social recente de jacintos-de-água (Eichornia crassipes) no rio Alviela com a realização desta 2ª ação de remoção desta espécie exótica invasora.

O Município de Santarém tem executado um planeamento para agir em prol do equilíbrio dos ecossistemas ribeirinhos. A sua unidade orgânica de ambiente e sustentabilidade, EMAS – Equipa Multidisciplinar de Ação para a Sustentabilidade, organizou uma ação demonstrativa de boas práticas em janeiro, de remoção de jacinto-de-água– na foz do rio Alviela, para envolver e capacitar os cidadãos para agir no Ambiente. Esta ação foi realizada em cooperação com a Administração da Região Hidrográfica do Tejo e Oeste (ARHTO), o Instituto Conservação da Natureza e Florestas (ICNF), a União de Freguesias de São Vicente do Paúl e Vale de Figueira, Bombeiros Municipais e a associação local “Amigos do Alviela”.

A metodologia da ação teve como objetivo a remoção de toneladas desta espécie aquática exótica invasora da foz do rio Alviela, numa área aproximada de 2 hectares, por meio mecânico para as margens e campos agrícolas e via manual, através do desprendimento dos tapetes de jacinto-de-água, que ao serem transportados pela corrente do rio Tejo, morrem em contato com água salgada.

O Município tem vindo a desempenhar um trabalho de levantamento e monitorização desta espécie aquática invasora no rio Alviela, desde junho de 2017, que se agravou em dezembro de 2017, propagando-se em quase todo o troço do rio Alviela, desde a Ponte Romana em S. Vicente do Paúl até à foz do rio, em Vale de Figueira.

O jacinto-de-água, espécie originária da América do Sul, e que veio para Portugal como planta ornamental é considerada uma das plantas invasoras aquáticas mais problemáticas em Portugal e no Mundo, propaga-se rapidamente e forma tapetes que podem cobrir totalmente a superfície da água, levando à alteração da qualidade das condições do ambiente aquático, diminuindo a qualidade da água, a biodiversidade, a luz disponível e o fluxo de água, provocando a eutrofização.

A eutrofização é uma das principais ameaças de poluição para os recursos hídricos que resulta de enriquecimento de nutrientes provenientes das atividades agrícolas e industriais. Tal fator, leva a um crescimento rápido destas plantas em grande escala, que em condições adequadas, pode duplicar a sua população em 5 dias, provocando a escassez de oxigénio dissolvido na água. Nutrientes, fosforo e azoto, em excesso e águas calmas ou de caudal reduzido são fatores que se associam ao “boom” desta invasora.

Além da eutrofização, os tapetes de jacintos-de-água impedem a navegabilidade do rio e atividade piscatória constituindo um problema também social.

As espécies invasoras são espécies que foram transportadas do seu habitat natural para outros locais e coexistem com as espécies nativas de forma desequilibrada. Estas espécies revelam-se uma ameaça para a biodiversidade, porque interferem com as populações de espécies nativas, acabando por afetar o equilíbrio ecológico do rio.

Esta planta aquática, apesar de ser detentora de flores azuis/violetas visualmente apelativas, não pode ser cultivada nem comercializada segundo a legislação portuguesa desde 1974 e mais recentemente pelo Decreto-Lei n.º 565/99, de 21 de dezembro e pelo Regulamento UE nº 1143/2014, através do Regulamento de Execução UE nº 2016/1141.

A Câmara de Santarém está a envidar esforços propícios à criação de condições para fazer acontecer, cumprindo com o propósito de mitigar um problema ambiental de degradação do equilíbrio dos ecossistemas.

Urge desenhar, em cooperação com as entidades públicas com competências integradas em matéria de política da Água e da Conservação da biodiversidade, um Plano de controlo, monitorização, avaliação e comunicação com o objetivo de erradicar as espécies exóticas invasoras nos recursos hídricos no concelho de Santarém, de modo a elevar este Município demostrador de boas práticas pelo envolvimento dos cidadãos nas questões ambientais.

Junte-se a Nós!

Contactos

  • Município

  • Freguesias

  • Empresas Municipais

  • Segurança

  • Saúde e Serviços Sociais

  • Serv. Judiciais

  • Serv. Públicos

  • Serviço de Higiene e Limpeza

     800 207 776

  • Serviços de Cemitérios

     243 352 034
     

  • Casa Pedro Álvares Cabral/Casa do Brasil

    243 304 652

  • Posto de Turismo

     243 304 437
     

  • Biblioteca Municipal Braamcamp Freire

    243 330 240 
     

  • Divisão de Ação Social e Saúde

     243 304 400

  • BLV- Banco Local de Voluntariado

     243 304 400
     

  • Serviço de Atendimento a Familiares e a Doentes de Alzheimer

    243 304 400

  • Câmara Municipal de Santarém

    243 304 200

  • Programa Rede Social – CLASS

     243 304 424
     

  • Gabinete de Psicologia da Criança e do Adolescente

     243 304 400
     

  • Gabinete de Apoio ao Imigrante e Minorias Étnicas

     243 304 400

  • Secção de Receitas

     243 304 217
     

  • Tesouraria

     243 304 214
     

  • Divisão de Espaços Públicos e Ambiente

    243 304 250

  • Divisão de Planeamento e Urbanismo

    243 304 627 243 304 613

  • Divisão de Educação e Juventude

    243 304 400

  • Ambiente e Sustentabilidade - Equipa Multidisciplinar de Ação para a Sustentabilidade

    243 304 400

  • Serviço de Atendimento da Divisão de Ação Social e Saúde

    243 304 400

  • Divisão de Obras e Projetos

    243 304 241 243 304 297

  • Divisão de Recursos Humanos e Administração

    243 304 200

  • NIAC - Núcleo de Informação Autárquica ao Consumidor

    . 243 304 408 
     

  • Serviço de Sanidade e Higiene Pública Veterinária

     243 304 230
     

  • Relações Públicas e Comunicação

    243 304 400

  • Assembleia Municipal de Santarém

    243 304 223
     

  • Gabinete Técnico Florestal

    243 333 122

  • Departamento Técnico e Gestão Territorial

    243 304 628

  • Sala de Leitura Bernardo Santareno

     243 304 649
     

  • Departamento de Administração e Finanças

    243 304 200

  • Bombeiros Municipais de Santarém

    243 333 122 / 243 333 091

  • Centro Local de Apoio à Integração de Imigrantes

     243 304 400/243 304 409

  • RLIS – Rede Local de Intervenção Social

     914 516 813

     

  • Casa do Ambiente

    243 321 183

  • Loja do Cidadão

    707 241 107

  • Teatro Sá da Bandeira

    243 309 460

     

  • Centro de Investigação Prof. Doutor Joaquim Veríssimo Serrão

    243 304 662

     

  • União de Freguesias da cidade de Santarém

    243 321 531

  • Junta de Freguesia de Gançaria

    243 405 164

  • União das freguesias de Casével e Vaqueiros

    243 441 253

  • União das Freguesias de Azoia Cima e Tremês

    243 479 923

  • Junta de Freguesia de Moçarria

    243 499 592

     

  • Junta de Freguesia de Póvoa da Isenta

    243 769 350

  • União das Freguesias de São Vicente do Paúl e Vale de Figueira

    243 441 857

  • Junta de Freguesia de Arneiro das Milhariças

    243 449 807

  • Junta de Freguesia de Vale de Santarém

    243 769 614

  • União das Freguesias da Romeira e Várzea

    243 469 758

  • Junta de Freguesia de Pernes

    243 440 570 

     

  • Junta de Freguesia de Amiais de Baixo

    249 870 787

  • União Freguesias de Achete, Azoia Baixo e Póvoa Santarém

    243 469 555

  • Junta de Freguesia de Abrã

    243 400 548

     

  • Junta de Freguesia de Alcanede

    243 400 313

  • Junta de Freguesia de Abitureiras

    243 469 599

  • Junta de Freguesia de Alcanhões

    243 429 794

  • Junta de Freguesia de Almoster

    243 491 404

  • Pavilhão e Nave Desportiva Municipal

     243 300 908

  • A.S. - Empresa das Águas de Santarém - EM, S.A.

    243 30 50 50

  • Piscinas do Sacapeito

     243 300 905

  • Complexo Aquático Municipal

     243 300 900
     

  • Viver Santarém

    243 300 900

     

  • Proteção Civil Municipal

    243 333 122/ 243 333 091

  • Bombeiros Municipais de Santarém

     243 333 122 / 243 333 091 

  • Polícia de Segurança Pública

    243 322 022/23/24

  • Guarda Nacional Republicana Brigada 2 - Grupo Territorial de Santarém

    243 300 070

     

  • Bombeiros Voluntários De Santarém

    243377900

     

  • Serviço Municipal de Proteção Civil

    800 222 122

  • Hospital Distrital de Santarém

     243 300 200 

  • Centro Regional de Segurança Social

    243 330 400

  • Administração Regional de Saúde

    243 300 700

  • Unidade de Saúde Familiar do Planalto (Centro de Saúde de Santarém)

    243 303 231/32/33 

  • Unidade de Saúde familiar de S. Domingos (C.S. Santarém)

    243 330 600/601

  • Santa Casa da Misericórdia de Santarém

    243 305 260

  • Cruz Vermelha Portuguesa

     243 323 374
     

  • APAV – Associação Portuguesa de Apoio à Vítima

    243 356 505

     

  • GAV - Gabinete de Apoio à Vítima de Santarém

    243 356 505

  • Procuradoria da Instância Local Criminal de Santarém

    243 305 150

  • Procuradoria da Instância Central de Instrução Criminal de Santarém

    243 305 150

  • Procuradoria da Instância Central Criminal de Santarém

    243 305 150

  • DIAP

    243 305 150

  • Procuradoria da Instância Central do Trabalho de Santarém

    243 305 150

  • Procuradoria da Instância Central Cível de Santarém

    243 305 150

  • Procuradoria do Tribunal da Concorrência, Regulação e Supervisão

    243 305 150

  • Procuradoria da Instância Central de Comércio de Santarém

    243 305 150

  • Procuradoria da Instância Central de Família e Menores de Santarém

    243 305 150

  • CTT – Estação

    243 309 730

  • Portugal Telecom, Comunicações S.A.

    243 500 900

  • EDP - LTE - Eletricidade de Portugal

    808 505 505 (linha comercial)

    800 506 506 (avarias

  • Rodotejo

    243 333 200

  • CP - Caminhos-de-ferro Portugueses

    243 333 180

    www.cp.pt

  • Museu Diocesano de Santarém

    243 304 065

  • Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas – CNEMA

    243 300 300