Ir para o conteúdo
  MENU

Município de Santarém

Página principal

Aproveite o que Santarém tem para lhe oferecer até ao fim de semana

sexta-feira:

Esta sexta-feira, dia 30 de agosto, às 21h45, assista ao Espetáculo com os músicos Luís Portugal, ex-Jafumega e Rui Vilhena, das Vozes da Rádio, com a Sociedade Filarmónica Alcanedense, na Praça Sá da Bandeira (Largo do Seminário).

Este espetáculo integra a programação do In.Santarém 2019 - Festival de Artes e Cultura.

De áreas musicais diferentes, as Bandas Locais podem com Luís Portugal, encontrar a universalidade da música e o seu elo de ligação, reforçado pelo gosto de, em palco, poderem expressar as suas linguagens, alicerçadas em percursos de formação e composição. Projeto de música com base na discografia dos Jafumega e Carlos Paião, que coloca um novo desafio às bandas locais, retirando-as do seu lugar de conforto, para conseguir concertos sempre únicos.

SFA - Fundada em Maio de 1898, por iniciativa do Padre da Paróquia de Alcanede, Reverendo João Rebelo, esta Banda recebeu a denominação de Banda Filarmónica de Alcanede.

sábado:

Este sábado, dia 31 de agosto, das 10h00 às 13h00, as ruas do Centro Histórico da Cidade recebem o Percurso/Tradição, que conta com a participação do Rancho Folclórico Ribeira de Santarém, numa organização do INATEL.

Esta iniciativa está integrada no In. Santarém 2019 - Festival de Artes e Cultura.

No Jardim Portas do Sol, entre as 10h30 e as 12h00, tem lugar a ‘Animação Desportiva’ com diferentes atividades para famílias, uma ação que conta com o apoio da DECATHLON. Entre as 11h00 e as 12h00, tem lugar uma sessão de ‘Yoga para todos’, com orientação dos monitores da AMA - Associação Movimento Aberto. Esta iniciativa está integrada no In.Santarém 2019 - Festival de Artes e Cultura.

Às 21h45, assista à Gala de Dança Desportiva da Associação de Dança Desportiva de Tremês, “A Máquina do Tempo”, no Jardim Portas do Sol, integrada no In. Santarém 2019 - Festival de Artes e Cultura.

Apostar na formação de dançarinos na classe de iniciados, intermédios e Open, e quando preparados, são inscritos e passam a competir a nível regional e nacional. A ADD de Tremês participa a nível nacional em todos os campeonatos na modalidade de danças latinas, e clássicas (Opcional) Campeonato Regional, Taça de Portugal, Circuito Nacional, e Campeonato Nacional, bem como em competições Internacionais WDSF, quer em Portugal como no estrangeiro sempre que reunidas as condições.

domingo:

De 1 a 10 de setembro, decorre a 2ª edição do PICTORIN - Encontro Internacional de Artistas Plásticos, que junta vários artistas plásticos, na Incubadora de Artes, em Santarém. “Homens e Mulheres da cidade” é o tema desta edição, que serve de inspiração aos 14 artistas plásticos, oriundos de seis países. Esta iniciativa, integrada no In. Santarém 2019 - Festival de Artes e Cultura, resulta duma parceria entre o Município de Santarém, a ESAS - Escola Superior de Educação de Santarém, do Instituto Politécnico de Santarém e os artistas plásticos: Fernanda Narciso, Francisco Pereira e Ana da Silva, a atriz Rita Narciso e Cidália Rodrigues, viúva do pintor e escultor, Mário Rodrigues.

No final do evento, as obras são apresentadas em 2 grandes exposições, no CCRS – Centro Cultural Regional de Santarém - Fórum Actor Mário Viegas e no W Shopping.

O programa deste encontro é diversificado: pintura ao vivo na rua, instalações, pintura mural, palestras acerca do processo criativo, interação com crianças da APPACDM - Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão com Deficiência Mental de Santarém, em atividade rua, entre outras atividades.

Participam artistas de vários países: Dinamarca, França, Alemanha, Rússia, Portugal e Brasil.

O Pictorin tem como objetivo promover a cidade, sobretudo o Centro Histórico, e as pessoas que cá vivem, bem como os que nos visitam.

A decorrer:

Até dia 30 de agosto, visite o Arquivo Histórico Municipal-Mostra Documental “Falam documentos de outras eras”, na Biblioteca Municipal Braamcamp Freire. Patente de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00.

Prencipio de haver correio nesta Villa.

Em quarta feira vinte ehum dias domes/ de maio [1642] se fez vareasão evienda aellas ofi/siais seguintes Cristovão Couseiro e alvro de Mancellos e morais e pedro afonso Azurar vareadores e gaspar dias de oliveira procurador do Conselho e gregorio simois e simão gonsalves misteres // Logo nadita Camara foi apresenta/da huma quarta feita em nome de Luis Gomes da mota fidalguo dacasa de/ Sua Magestade coreo mor deste reino pella/ qual apresentava per coreo Asistente / nesta villa eluguar assistente seu anto/nio peres teixeira morador nesta villa oque [sic] pellos ditos oficiais da Camara aseitarão/ asobre dito coreo e mandarão que se apre/ goase peresta villa que nella avia coreo/ que quem quisesse mandar cartas perco/reodo reino fosse aCasa delle suplicante antonio/ peres eviaraa Camara perselhe faserem / asdeclarasois que fossem nesessário peraobem/ coreo e que mandarão fazer este termo/ que assinarão aqui eu Francisco Carllohoens. Assinam os mesmos oficiais em vereação.

A Informação escrita há muito que nos acompanha de diversas formas de representação, desde os primórdios da civilização humana no mundo. Evolução tão intrínseca ao ser pensante. Assim como, a necessidade de informação. No reino português a atividade de distribuição da correspondência fazia-se pelo correio real. Desempenhavam igualmente tais funções os então escudeiros, predominava informação de carater oficial do reino e reinos satélites. O correio comercial e particular era servido pelos almocreves, barqueiros, caminheiros, carreteiros de transporte a cavalo e mesmo a pé, estabeleciam ligações comerciais, regionais, nacionais e mesmo internacionais. No século XVI foi criado o lugar de correio-mor, desempenhado por Luís Homem. No século seguinte, Filipe II vendeu o cargo a Luís Gomes da Mota.

Na vila de Santarém em 1642, foi criado e serviço postal, como nos prova a Ata precedente, proposto por Luís Gomes da Mota. No ano de 1646, a 18 de julho, em vereação do mesmo dia, foi arrematado o serviço postal, por Luís Fernandes, de Pombal, por cinco mil réis. Esse serviço era realizado com muitos obstáculos ao longo dos séculos. Segundo Frei Luís de Sousa e D. Luís da Cunha, uma carta demorava uma semana a quinze dias, dependendo da distância, até meados do século XVIII. Para o bom desempenho desta atividade, era necessário haver em cada localidade notável um posto de correio com serviço de carros e cavalos, para os mercadores se poderem servir. Porém, no evoluir dos tempos as vias de comunicação também foram sempre melhoradas, a nível terrestre, fluvial, marítimas e mais tarde, ferroviárias e aéreas. A primeira estrada portuguesa a ser construída foi de Lisboa a Coimbra, em finais do século XIX. Após a Revolução Industrial, com o surgimento da máquina a vapor tudo ficou mais célere. Na atualidade a comunicação fica à distância de um click informático.

Bibliografia:

AHCMSTR – Livro de Actas da Camara Municipal de Santarem. (1642-1647); SERRÂO, Joel (Dir.) [et. al], (1992] – Dicionário de História de Portugal. Porto: Livraria Figueirinhas. Vol. 2.

Até dia 30 de agosto, visite a Mostra Bibliográfica “A Vinha e o Vinho”, na Biblioteca Municipal Braamcamp Freire. Patente de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00.

“A Vinha e o Vinho” foram a temática adotada para a 56ª Feira Nacional de Agricultura 2019, um certame nacional que atrai milhares de pessoas a Santarém.

Numa região essencialmente agrícola, como é o Ribatejo, com grande peso na economia local, o cultivo da vinha e a forte produção do vinho têm demonstrado ao longo dos tempos uma grande capacidade produtiva e uma divulgação crescente em vinhos de qualidade.

A Biblioteca Municipal de Santarém associa-se ao grande certame agrícola com uma exposição bibliográfica sobre a temática durante o mês de junho.

Até dia 30 de agosto, visite a Exposição Coleção de arte contemporânea ‘Manuela de Azevedo’, na Biblioteca Municipal Braamcamp Freire, de segunda a sexta-feira das 09h30 às 12h30 e das 14h00 às 17h30.

Na Casa-Museu Anselmo Braamcamp Freire encontra-se em exposição parte do espólio artístico da jornalista Manuela Ferreira de Azevedo, doado à Câmara Municipal de Santarém no final da década de 80, espólio esse que contempla reconhecidos artistas nacionais e internacionais.

De 01 de julho a 30 de setembro está em destaque trimestral uma obra da autoria de Bartolomeu Cid: “Bispo do mar”, gravura s/ papel, datada de 1968.

Até dia 31 de agosto, visite a Exposição Bibliográfica Vamos ler… Agustina Bessa Luís (1922-2019), na Sala de Leitura Bernardo Santareno. Patente de segunda a sexta-feira das 09h30 às 18h00 e sábados 09h30 às 12h30.

Agustina Bessa Luís, brilhante e conceituada escritora portuguesa faleceu na cidade do Porto, onde residia, no recente dia 03 de junho de 2019, com 96 anos.

Homenageamos a grande escritora com uma Mostra Bibliográfica e divulgamos o vasto e diversificado trabalho literário que produziu ao longo da sua vida. Uma vasta obra que versa não apenas Romances, mas também Biografias, Ensaios, Livros Infantis, Peças de Teatro e ainda Guiões de Cinema. Agustina Bessa Luís, nome literário, foi galardoada com inúmeros Prémios e distinções. Destacamos o Prémio Camões que recebeu em 2004 e já na verdura dos seus 81 anos e em 2005 foi-lhe atribuído o título de Doutora Honoris Causa pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto.

Até dia 21 de setembro, visite a Exposição ‘Astrochimp92’, com obras de João Maria Ferreira, no n.º 60 da Rua Serpa Pinto. A Exposição de Rafael Pessoa Antunes, com o nome de ‘The Zookeeper - O Tratador do ZOO’, está patente n.º 90 da Rua Serpa Pinto.

As duas mostras podem ser visitadas até dia 21 de setembro, de segunda a sexta-feira, das 1000h às13h00, e das 15h00 às 18h00, e aos sábados, entre as 10h00 e as 13h00.

Até dia 21 de setembro visite a Exposição Cartografia Sentimental, no Palácio Landal.

Exposição Cartografia Sentimental é um projeto expositivo híbrido, que explorará a relação das pessoas com a cidade, nomeadamente, com a zona histórica, criando tangentes a questões como a Topofilia, das cidades que se modificam todos os dias e de como transformamos espaços em lugares.

Até dia 30 de setembro, visite a Exposição de Pintura “Paisagens” de Francisco Pereira, na Sociedade Recreativa Operária – Palácio Landal. A inauguração desta exposição tem lugar no dia 2 de setembro, às 18h30.

A Mostra pode ser visitada de segunda-feira a sábado, das 10h00 às 13h00 e das 15h00 às 19h00.

“...paisagens são volumes, cores, odores, são no fundo tudo o que nos rodeia e impressiona, o que nos transmite emoções e sentimentos. É neste contexto que o espetador observa, independentemente da leitura pessoal e única. ...e assim nasceram as “minhas paisagens” (talvez) fruto de memórias recentes...porque a pintura é uma forma de sentir!”

Francisco Luis Marques Rosa pereira, nasceu em Lisboa em 21 de junho de 1957, artista plástico, autodidata, desenvolveu a sua atividade artística a par de atividades de pintura com crianças em Sintra e Castro verde.

Participante habitual no verão In.Santarém desde 2015, é ainda membro organizador do Pictorin-Encontro Internacional de Artistas Plásticos em Santarém, e do projeto “Pintar na rua/Brincar com arte” que se realiza anualmente com crianças nesta cidade de Santarém.

Membro da “Culthouse”-Londres-Inglaterra, participou em várias exposições individuais e coletivas. Individual, “pintura”, Castro Verde, 2000; Individual “Underground”, Évora 2009; individual, “mais do que um olhar”, Santarém, 2014, etc.

Coletivas, 2015, 2016, 2017 e 2018 em Santarém.

Tem obras espalhadas um pouco por todo o País, adquiridas por particulares.

Contatos: | TLM: 91 183 65 40

Até dia 30 de setembro, visite a Mostra Bibliográfica “As Artes”, na Biblioteca Municipal Braamcamp Freire. Patente de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00.

Comemoramos no mês de setembro mais uma edição da Jornadas Europeias do Património 2019, enquadradas no tema “Artes Património Lazer”.

A Biblioteca Municipal associa-se às comemorações com uma exposição bibliográfica alusiva às “Artes”, uma parte da cultura que atrai e envolve a sociedade civil e que nos permite a todos viver e experienciar outras dimensões da vida quotidiana.

Até dia 30 de setembro, visite a Exposição Bibliográfica Vamos ler… José Augusto França”, na Sala de Leitura Bernardo Santareno, de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00 e aos sábados, das 09h30 às 12h30.

José Augusto França, considerado o nome maior da historiografia da Arte em Portugal, natural da cidade de Tomar, manifestou o seu interesse pela pintura em 1946. Foi uma das figuras mais influentes e dinâmicas da vida cultural portuguesa no período entre 1940 e 1950.

No registo dos seus 96 anos prestamos a merecida homenagem a tão prestigiado e nobre crítico de Arte, um autor que nunca será esquecido.

Até dia 31 de outubro, visite a Mostra Documental “Falam documentos de outras eras”, na Biblioteca Municipal Braamcamp Freire, de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00.

Registo da carta de nomia-|ção de Professora de ensino| de Meninas nesta Vila D. Maria do Patrocinio de| Lemos e Aragão.

Dona Maria por Graça de Deos, e pela Consti-|tuição da Monarquia, Rainha de Portugal, e Algar-|ves e seus domínios = Faço Saber aos que esta mi- |nha Carta virem Que Hei por bem, confirman-|do-me com a Proposta do Concelho Geral Derector do ensino Primario e Secundario, Fazer | Mercê de Nomiar para Mestre Proprietaria | e Vitalicia da Escola de Educação de Meninas| da Vila de Santarem (…). Pelo que orde-|no ao Administrador Gera d’aquele Distri-|cto de Santarem, que sendo-lhe presente| esta Carta selada com o Selo da Cauza Pu-|blica defira o competente juramento á| dita Dona Maria do Patrocinio de| Lemos e Aragão, ou quem para eSse acto|estiver munido de Ligitima procuração, | e lhe faça dar poSse do seu Cargo pelo Adme-|nistrador do respectivo Concelho, deixando-lhe servir| e executar, na conformidade da Lei de 19-08-1837.

(Estabelece o regimento da recolha da Décima e impostos anexos).

Carta referendada pelo ministro e secretario de Estado dos Negócios do Reino, e selada com o selo das armas reais. Paço das Necessidades, 24 de outubro de mil oitocentos e quarenta. Assinam, a rainha e Rodrigo Fonseca Magalhães.

Em consequência da expulsão dos Jesuítas, que possuíam o exclusivo do ensino escolar e desatualizado, Portugal foi detentor de várias reformas, entre elas, as do ensino. Levadas a cabo pelo então ministro de D. José I (Sebastião José de Carvalho e Melo/Marquês de Pombal). Porém, como forma de sustentabilidade do pagamento das remunerações dos professores, foi criado o Subsídio Literário, pelo Alvará de 28 de junho 1759. Mantendo-se por longo tempo. Manda a rainha D. Maria II, pela Secretaria de Estado dos Negócios da Fazenda, que o tesouro Público Nacional satisfaça com brevidade as seguintes questões: qual o rendimento efetivo do rendimento da Décima; das Terças e do Subsidio Literário, dos Concelhos do Continente e das Ilhas dos Açores e Madeira. Paço das Necessidade, 18 de fevereiro de 1837. Assina, José da Silva Passos.

Até 24 de dezembro, visite a Exposição ‘Urbanidade - 150 anos de Elevação de Santarém a Cidade (1868-2018)’, em várias ruas, praças e largos de Santarém. A mostra pode ser vista em diferentes pontos do planalto, onde várias telas apresentam a evolução da terra através de imagens acompanhadas por pequenos textos explicativos. A exposição divide-se em duas partes, a segunda encontra-se na Casa do Brasil - Casa Pedro Álvares Cabral, onde a cerca de 300 fotos se juntam objetos e filmes que mostram as principais conquistas da jovem cidade, desde a cultura e do desporto, educação e saúde, ao abastecimento e saneamento público, dos transportes e comunicações, até ao urbanismo, dos espaços verdes ou aos quarteis militares.

Em permanência:

Visite o Núcleo Museológico do Tempo - Torre das Cabaças, de quarta-feira a domingo, das 09h30 às 12h30 e das 14h00 às 17h30, sob marcação através do telefone: 243 377 290 ou 912 578 970.

No Núcleo Museológico do Tempo encontra-se em exposição temporária um relógio de mesa, do início do século XX, em terracota policromada, representando duas crianças. Este relógio é proveniente da coleção de relojoaria do Museu Municipal de Santarém e está patente até 31 de agosto de 2019.

Sujeito a marcação através dos contatos: tel. 243 377 290 / 912 578 970

Visite o Centro de Interpretação Urbi Scallabis – USCI, no Jardim Portas do Sol, de quarta-feira a domingo, das 09h30 às 12h15 e das 14h00 às 17h15. Contato: tel.- 243 357 288.

Instalado no Jardim Portas do Sol, o Centro de Interpretação Urbi Scallabis concilia, de forma harmoniosa, a dimensão turística e a vertente científica, fruto de um aprofundado trabalho de estudo e investigação.

A área expositiva oferece uma fácil abordagem no domínio inovador da interatividade, que lhe permite, à distância de um toque digital, identificar e localizar o valor do património arquitetónico, a riqueza da tumulária, a abundância da heráldica e a qualidade da azulejaria que a cidade ostenta e que, muitas vezes, os escalabitanos e os turistas desconhecem.

Contactos

  • Município

  • Freguesias

  • Empresas Municipais

  • Segurança

  • Saúde e Serviços Sociais

  • Serv. Judiciais

  • Serv. Públicos

  • Serviço de Higiene e Limpeza

     800 207 776

  • Serviços de Cemitérios

     243 352 034
     

  • Casa Pedro Álvares Cabral/Casa do Brasil

    243 304 652

  • Posto de Turismo

     243 304 437
     

  • Biblioteca Municipal Braamcamp Freire

    243 330 240 
     

  • Divisão de Ação Social e Saúde

     243 304 400

  • BLV- Banco Local de Voluntariado

     243 304 400
     

  • Serviço de Atendimento a Familiares e a Doentes de Alzheimer

    243 304 400

  • Câmara Municipal de Santarém

    243 304 200

  • Programa Rede Social – CLASS

     243 304 424
     

  • Gabinete de Psicologia da Criança e do Adolescente

     243 304 400
     

  • Gabinete de Apoio ao Imigrante e Minorias Étnicas

     243 304 400

  • Secção de Receitas

     243 304 217
     

  • Tesouraria

     243 304 214
     

  • Divisão de Espaços Públicos e Ambiente

    243 304 250

  • Divisão de Planeamento e Urbanismo

    243 304 627 243 304 613

  • Divisão de Educação e Juventude

    243 304 400

  • Ambiente e Sustentabilidade - Equipa Multidisciplinar de Ação para a Sustentabilidade

    243 304 400

  • Serviço de Atendimento da Divisão de Ação Social e Saúde

    243 304 400

  • Divisão de Obras e Projetos

    243 304 241 243 304 297

  • Divisão de Recursos Humanos e Administração

    243 304 200

  • NIAC - Núcleo de Informação Autárquica ao Consumidor

    . 243 304 408 
     

  • Serviço de Sanidade e Higiene Pública Veterinária

     243 304 230
     

  • Relações Públicas e Comunicação

    243 304 400

  • Assembleia Municipal de Santarém

    243 304 223
     

  • Gabinete Técnico Florestal

    243 333 122

    Seg, Qua e Sex: 09h30 às 12h30

  • Departamento Técnico e Gestão Territorial

    243 304 628

  • Sala de Leitura Bernardo Santareno

     243 304 649
     

  • Departamento de Administração e Finanças

    243 304 200

  • Bombeiros Municipais de Santarém

    243 333 122 / 243 333 091

  • Centro Local de Apoio à Integração de Imigrantes

     243 304 400/243 304 409

  • RLIS – Rede Local de Intervenção Social

     914 516 813

     

  • Casa do Ambiente

    243 321 183

  • Loja do Cidadão

    707 241 107

  • Teatro Sá da Bandeira

    243 309 460

     

  • Centro de Investigação Prof. Doutor Joaquim Veríssimo Serrão

    243 304 662

     

  • União de Freguesias da cidade de Santarém

    243 321 531

  • Junta de Freguesia de Gançaria

    243 405 164

  • União das freguesias de Casével e Vaqueiros

    243 441 253

  • União das Freguesias de Azoia Cima e Tremês

    243 479 923

  • Junta de Freguesia de Moçarria

    243 499 592

     

  • Junta de Freguesia de Póvoa da Isenta

    243 769 350

  • União das Freguesias de São Vicente do Paúl e Vale de Figueira

    243 441 857

  • Junta de Freguesia de Arneiro das Milhariças

    243 449 807

  • Junta de Freguesia de Vale de Santarém

    243 769 614

  • União das Freguesias da Romeira e Várzea

    243 469 758

  • Junta de Freguesia de Pernes

    243 440 570 

     

  • Junta de Freguesia de Amiais de Baixo

    249 870 787

  • União Freguesias de Achete, Azoia Baixo e Póvoa Santarém

    243 469 555

  • Junta de Freguesia de Abrã

    243 400 548

     

  • Junta de Freguesia de Alcanede

    243 400 313

  • Junta de Freguesia de Abitureiras

    243 469 599

  • Junta de Freguesia de Alcanhões

    243 429 794

  • Junta de Freguesia de Almoster

    243 491 404

  • Pavilhão e Nave Desportiva Municipal

     243 300 908

  • A.S. - Empresa das Águas de Santarém - EM, S.A.

    243 30 50 50

  • Piscinas do Sacapeito

     243 300 905

  • Complexo Aquático Municipal

     243 300 900
     

  • Viver Santarém

    243 300 900

     

  • Proteção Civil Municipal

    243 333 122/ 243 333 091

  • Bombeiros Municipais de Santarém

     243 333 122 / 243 333 091 

  • Polícia de Segurança Pública

    243 322 022

  • Guarda Nacional Republicana Brigada 2 - Grupo Territorial de Santarém

    243 300 070

     

  • Bombeiros Voluntários De Santarém

    243377900

     

  • Serviço Municipal de Proteção Civil

    800 222 122

  • Hospital Distrital de Santarém

     243 300 200 

  • Centro Regional de Segurança Social

    243 330 400

  • Administração Regional de Saúde

    243 300 700

  • Unidade de Saúde Familiar do Planalto (Centro de Saúde de Santarém)

    243 303 231/32/33 

  • Unidade de Saúde familiar de S. Domingos (C.S. Santarém)

    243 330 600/601

  • Santa Casa da Misericórdia de Santarém

    243 305 260

  • Cruz Vermelha Portuguesa

     243 323 374
     

  • APAV – Associação Portuguesa de Apoio à Vítima

    243 356 505

     

  • GAV - Gabinete de Apoio à Vítima de Santarém

    243 356 505

  • Procuradoria da Instância Local Criminal de Santarém

    243 305 150

  • Procuradoria da Instância Central de Instrução Criminal de Santarém

    243 305 150

  • Procuradoria da Instância Central Criminal de Santarém

    243 305 150

  • DIAP

    243 305 150

  • Procuradoria da Instância Central do Trabalho de Santarém

    243 305 150

  • Procuradoria da Instância Central Cível de Santarém

    243 305 150

  • Procuradoria do Tribunal da Concorrência, Regulação e Supervisão

    243 305 150

  • Procuradoria da Instância Central de Comércio de Santarém

    243 305 150

  • Procuradoria da Instância Central de Família e Menores de Santarém

    243 305 150

  • CTT – Estação

    243 309 730

  • Portugal Telecom, Comunicações S.A.

    243 500 900

  • EDP - LTE - Eletricidade de Portugal

    808 505 505 (linha comercial)

    800 506 506 (avarias

  • Rodotejo

    243 333 200

  • CP - Caminhos-de-ferro Portugueses

    243 333 180

    www.cp.pt

  • Museu Diocesano de Santarém

    243 304 065

  • Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas – CNEMA

    243 300 300