Ir para o conteúdo
  MENU

Município de Santarém

Página principal

Aproveite o que Santarém tem para lhe oferecer este fim de semana

quinta-feira:

Esta quinta-feira, dia 31 de outubro, prossegue o 39º Festival Nacional de Gastronomia, na Casa do Campino. Com o tema “O Vinho e a Vinha”, até dia 3 de novembro, “Descubra Santarém enquanto prova Portugal”.

O Festival Nacional de Gastronomia - FNG – o mais antigo do País, apresenta 12 tasquinhas tradicionais, 4 tasquinhas de petisco, várias demonstrações gastronómicas com provas ao longo do dia, mostra de doçaria conventual e um mercado de produtos típicos que nos chegam de todo o país para adocicar ou apimentar a boca a quem nos visita. A zona de doçaria tradicional e dos agros produtos conta com 27 expositores e com 31 artesãos.

A par da programação gastronómica junta-se a animação cultural, no Pátio da Casa do Campino. No dia 1 de novembro (sexta-feira), às 22h00, João Chora apresenta “Fado com Tradição”, e os Três Bairros (Guilherme Madeira, João Correia e Ricardo Gama), atuam no dia 2 de novembro (sábado).

Este ano o Festival volta a apresentar o triunfante “BANQUETE”, mais do que uma refeição, uma experiência ou, por outras palavras, uma experiência gastronómica e sensorial futurista... em que a mesa de refeição é comum: jantares para 30 pessoas cada, que ficam nas mãos de conceituados chefes Nacionais e Internacionais: Óscar Gonçalves, no dia 31, João Correia e Rodrigo Castelo, no dia 1 de novembro e Justa Nobre, no dia 2.

O visitante vai poder provar vinhos, ouvir conversas sobre os mesmos e usufruir de múltiplas receitas em cuja composição entra soberano para delícia dos palatos. O Festival convida à descoberta das melhores iguarias da Gastronomia Portuguesa, este ano, acompanhadas pelos mais preciosos néctares do nosso País.

Durante 10 dias comemora-se a gastronomia portuguesa, através duma viagem pelos sabores mais ricos do nosso território.

O FNG está de portas abertas, até dia 2 de novembro, das 12h00 à 01h00, e no dia 3 de novembro (último dia do Festival), das 12h00 às 22h00.

O Bilhete Individual custa 2,5 euros e pode ser adquirido na Bilheteira do Festival Nacional Festival de Gastronomia, junto à Casa do Campino. No dia 31 de outubro, a entrada é gratuita, das 12h00 às 17h00. O parque de estacionamento é gratuito.

Mais informações em: http://www.festivalnacionaldegastronomia.pt

sexta-feira:

Esta sexta-feira, dia 1 de novembro (Feriado – Dia de todos os Santos), prossegue o 39º Festival Nacional de Gastronomia, na Casa do Campino. Com o tema “O Vinho e a Vinha”, até dia 3 de novembro, “Descubra Santarém enquanto prova Portugal”.

O Festival Nacional de Gastronomia - FNG – o mais antigo do País, apresenta 12 tasquinhas tradicionais, 4 tasquinhas de petisco, várias demonstrações gastronómicas com provas ao longo do dia, mostra de doçaria conventual e um mercado de produtos típicos que nos chegam de todo o país para adocicar ou apimentar a boca a quem nos visita. A zona de doçaria tradicional e dos agros produtos conta com 27 expositores e com 31 artesãos.

A par da programação gastronómica junta-se a animação cultural, no Pátio da Casa do Campino: às 22h00 João Chora apresenta “Fado com Tradição”, no dia 1 de novembro (sexta-feira – Feriado) e os Três Bairros (Guilherme Madeira, João Correia e Ricardo Gama), atuam no dia 2 de novembro (sábado).

Este ano o Festival volta a apresentar o triunfante “BANQUETE”, mais do que uma refeição, uma experiência ou, por outras palavras, uma experiência gastronómica e sensorial futurista... em que a mesa de refeição é comum: jantares para 30 pessoas cada, que ficam nas mãos de conceituados chefes Nacionais e Internacionais: João Correia e Rodrigo Castelo, no dia 1 de novembro e Justa Nobre, no dia 2.

O visitante vai poder provar vinhos, ouvir conversas sobre os mesmos e usufruir de múltiplas receitas em cuja composição entra soberano para delícia dos palatos. O Festival convida à descoberta das melhores iguarias da Gastronomia Portuguesa, este ano, acompanhadas pelos mais preciosos néctares do nosso País.

Durante 10 dias comemora-se a gastronomia portuguesa, através duma viagem pelos sabores mais ricos do nosso território.

O FNG está de portas abertas, até dia 2 de novembro, das 12h00 à 01h00, e no dia 3 de novembro (último dia do Festival), das 12h00 às 22h00.

O Bilhete Individual custa 2,5 euros e pode ser adquirido na Bilheteira do Festival Nacional Festival de Gastronomia, junto à Casa do Campino. O parque de estacionamento é gratuito.

Mais informações em: http://www.festivalnacionaldegastronomia.pt

Esta sexta-feira, dia 1 de novembro, tem início a 2ª edição da Feira Multisetorial (entradas livres), no Pavilhão das Festas de Amiais de Baixo, que conta a participação de expositores de diversas empresas e ramos de atividade. Às 09h30, tem início uma Caminhada de 10km (inclui Café d’Avó e bolos secos). A abertura da Feira está agendada para as 11h30.

Os almoços são servidos a partir das 12h00 e às 17h00, tem lugar o Sunset com Dj’s Os Putos. Pelas 18h00, há Prova de Gin by “Gotik Gin” e às 19h30 tem início o serviço de jantares. Pelas 21h00, há Animação com David C. Às 22h30 Encerra a Feira. Às 23h00, tem início a demonstração de Fogo de Artifício e às 23h30 a animação continua com David C.

A partir das 00h30, a música está a cargo do Dj Kristof.

Às 12h00 tem início a VII Rota das Capelinhas, em Vaqueiros, com o Almoço com Tradição”, com a apresentação dos pratos típicos de Vaqueiros e animação musical a cargo do Rancho Folclórico de Vila Nova do Coito. Às 14h00 tem início a tradicional Rota pelas Capelinhas/Adegas, com a receção oficial aos Convidados e Grupo de Tocadores “Os Carambolas”, na sede da Junta de Freguesia de Vaqueiros.

sábado:

Este sábado, dia 2 de novembro, prossegue o 39º Festival Nacional de Gastronomia, na Casa do Campino. Com o tema “O Vinho e a Vinha”, até dia 3 de novembro, “Descubra Santarém enquanto prova Portugal”.

O Festival Nacional de Gastronomia - FNG – o mais antigo do País, apresenta 12 tasquinhas tradicionais, 4 tasquinhas de petisco, várias demonstrações gastronómicas com provas ao longo do dia, mostra de doçaria conventual e um mercado de produtos típicos que nos chegam de todo o país para adocicar ou apimentar a boca a quem nos visita. A zona de doçaria tradicional e dos agros produtos conta com 27 expositores e com 31 artesãos.

A par da programação gastronómica junta-se a animação cultural, no Pátio da Casa do Campino. Hoje, dia 2 de novembro, às 22h00 atuam os Três Bairros (Guilherme Madeira, João Correia e Ricardo Gama).

Este ano o Festival volta a apresentar o triunfante “BANQUETE”, mais do que uma refeição, uma experiência ou, por outras palavras, uma experiência gastronómica e sensorial futurista... em que a mesa de refeição é comum: jantar para 30 pessoas cada, que ficam nas mãos de conceituados chefes Nacionais e Internacionais: Justa Nobre, no dia 2 de novembro.

O visitante vai poder provar vinhos, ouvir conversas sobre os mesmos e usufruir de múltiplas receitas em cuja composição entra soberano para delícia dos palatos. O Festival convida à descoberta das melhores iguarias da Gastronomia Portuguesa, este ano, acompanhadas pelos mais preciosos néctares do nosso País.

Durante 10 dias comemora-se a gastronomia portuguesa, através duma viagem pelos sabores mais ricos do nosso território.

O FNG está de portas abertas, até dia 2 de novembro, das 12h00 à 01h00, e no dia 3 de novembro (último dia do Festival), das 12h00 às 22h00.

O Bilhete Individual custa 2,5 euros e pode ser adquirido na Bilheteira do Festival Nacional Festival de Gastronomia, junto à Casa do Campino. O parque de estacionamento é gratuito.

Mais informações em: http://www.festivalnacionaldegastronomia.pt

Este sábado, a partir das 11h30, prossegue a 2ª edição da Feira Multisetorial (entradas livres), no Pavilhão das Festas de Amiais de Baixo, que conta a participação de expositores de diversas empresas e ramos de atividade. Às 12h00 tem início o serviço de Almoços. Pelas 15h00, tem lugar a Conferência Industrialização Rural.

Às 16h30 há Aula de Zumba com Gladmaster Gym17h30 há Prova de vinhos by “Garrafeira Divinium”. Os jantares têm início às 19h30 e a partir das 22h00, há animação com o Dj Rex. A Feira encerra às 22h30. A partir das 00h30, há música com o Dj Kaya.

Das 15h00 às 23h00, decorre o Festival de Patinagem Artística, no Pavilhão Municipal de Santarém, organizado pelo Hóquei Clube de Santarém. Entradas gratuitas.

Às 22h00 há Baile com Valter Fernandez, na Sociedade de Recreio e Educativa da Romeira, integrado nas comemorações do 87º Aniversário da Sociedade de Recreio e Educativa da Romeira.

domingo:

Este domingo, dia 3 de novembro, aproveite o último dia para visitar o 39º Festival Nacional de Gastronomia, na Casa do Campino. Com o tema “O Vinho e a Vinha”, até dia 3 de novembro, “Descubra Santarém enquanto prova Portugal”.

O Festival Nacional de Gastronomia - FNG – o mais antigo do País, apresenta 12 tasquinhas tradicionais, 4 tasquinhas de petisco, várias demonstrações gastronómicas com provas ao longo do dia, mostra de doçaria conventual e um mercado de produtos típicos que nos chegam de todo o país para adocicar ou apimentar a boca a quem nos visita. A zona de doçaria tradicional e dos agros produtos conta com 27 expositores e com 31 artesãos.

O visitante vai poder provar vinhos, ouvir conversas sobre os mesmos e usufruir de múltiplas receitas em cuja composição entra soberano para delícia dos palatos. O Festival convida à descoberta das melhores iguarias da Gastronomia Portuguesa, este ano, acompanhadas pelos mais preciosos néctares do nosso País.

Durante 10 dias comemora-se a gastronomia portuguesa, através duma viagem pelos sabores mais ricos do nosso território.

O FNG está de portas abertas até dia 3 de novembro (último dia do Festival), das 12h00 às 22h00.

O Bilhete Individual custa 2,5 euros e pode ser adquirido na Bilheteira do Festival Nacional Festival de Gastronomia, junto à Casa do Campino. O parque de estacionamento é gratuito.

Mais informações em: http://www.festivalnacionaldegastronomia.pt

A decorrer:

Até dia 31 de outubro, visite a Mostra Bibliográfica “As Artes”, na Biblioteca Municipal Braamcamp Freire, patente de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00.

As Artes, é uma expressão que designa manifestações artísticas que podem ser de ordem estética ou comunicativa e numa grande variedade como: a escultura, a pintura, arquitetura, desenho, música, dança, escrita, teatro e cinema.

As artes nos dias de hoje desfrutam de uma ampla difusão e preservação do legado artístico da humanidade ao longo da sua História e são uma parte da cultura que atrai e envolve a sociedade civil e que nos permite a todos viver e experienciar outras dimensões da vida quotidiana.

Até dia 31 de outubro, está patente Mostra Bibliográfica “Dia Mundial da Alimentação”, na Sala de Leitura Bernardo Santareno, de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00 e aos sábados, das 09h30 às 12h30.

O Dia Mundial da Alimentação é uma data que visa alertar e sensibilizar a população para o problema mundial que afeta aqueles que sofrem com a fome, e ainda apelar à garantia da segurança alimentar com uma dieta nutritiva para todos.

A Organização das Nações Unidas para a Alimentação registou em 2018 que 820 milhões de pessoas passam fome no mundo, sendo que 155 milhões são crianças que sofrem de subnutrição crónica.

Até dia 31 de outubro, visite a Mostra Documental “Falam documentos de outras eras”, na Biblioteca Municipal Braamcamp Freire, de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00.

Carta referendada pelo ministro e secretario de Estado dos Negócios do Reino, e selada com o selo das armas reais. Paço das Necessidades, 24 de outubro de mil oitocentos e quarenta. Assinam, a rainha e Rodrigo Fonseca Magalhães.

Em consequência da expulsão dos Jesuítas, que possuíam o exclusivo do ensino escolar e desatualizado, Portugal foi detentor de várias reformas, entre elas, as do ensino. Levadas a cabo pelo então ministro de D. José I (Sebastião José de Carvalho e Melo/Marquês de Pombal). Porém, como forma de sustentabilidade do pagamento das remunerações dos professores, foi criado o Subsídio Literário, pelo Alvará de 28 de junho 1759. Mantendo-se por longo tempo. Manda a rainha D. Maria II, pela Secretaria de Estado dos Negócios da Fazenda, que o tesouro Público Nacional satisfaça com brevidade as seguintes questões: qual o rendimento efetivo do rendimento da Décima; das Terças e do Subsidio Literário, dos Concelhos do Continente e das Ilhas dos Açores e Madeira. Paço das Necessidade, 18 de fevereiro de 1837. Assina, José da Silva Passos.

De 2 a 30 de novembro, visite a Exposição Bibliográfica “Vamos ler… Bernardo Santareno – 99º aniversário natalício”, na Sala de Leitura Bernardo Santareno. Patente de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00 e aos sábados, das 09h30 às 12h30.

Comemoramos no dia 19 de novembro de 2019, noventa e nove anos (99) do nascimento de Bernardo Santareno, pseudónimo de António Martinho do Rosário.

Natural de Santarém, médico, escritor e um dos maiores dramaturgos portugueses, Bernardo Santareno foi uma notável figura na área do teatro.

Publicou 16 peças de teatro, que na sua maioria versam a temática do respeito pela liberdade, a luta contra a discriminação quer política, racial ou sexual. Bernardo Santareno como homossexual discreto, abordou ainda nas suas obras o tema da homossexualidade “O Pecado do João Agonia” (1961) e a “Vida Breve em três fotografias” (1979) um tema bem difícil face aos preconceitos morais e sociais da época.

De 4 de novembro a 30 de dezembro, visite a Mostra Documental - “Falam documentos de outras eras”, na Biblioteca Municipal Braamcamp Freire, de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00.

Conta que o provedor/ manda rever a Reque-/rimento de francisco godinho/ tesoureiro. (1596).

Ano do nacimento de noso Senhor Jeshus xcrispto / de mil equinhentos eno venta eseis anoz/ aos trinta ehum dias do mêz de maio do/ dito ano nesta villa de Santarem nas poa/jadas do coregedor diogo de macedo dal/Bo querque do deS embargo del Rei nozo Senhor/ e seu coregedor comalcada em esta villa/ e sua comarqua que era servido prove/ dor em ella mandoa fazer elle prove/ dor fazer este auto emcomo Francisco godi/nho tesoureiro lhe fez apetição Junta nes/te libro em como se lhe devia dous mil e/ sete sentos eoitenta eoito reis que lecenceado Bel/ chior tavares sindicante da Residencia/ do lecenceado lopo pimenta mandoa ao dito tisoa/reiro pagase ao dito lecenceado lopo pimen/ta e escripvão epor teiro epor a char que não/ estavão pagos nem levados em conta ao dito/ tesoareiro […].1.

A administração municipal, na Idade Moderna, era caraterizada pelo controlo rigoroso do Poder Central, em relação às contabilidades locais periféricas. Anualmente, o provedor fazia chegar a si, os livros de receita e despesa da câmara municipal, de forma a impedir alguma espécie de corrupção, razão pelo qual o tesoureiro requere ao provedor, para autorizar o pagamento de um serviço que não estava contabilizado, nem registado em livro, para pagamento. O tesoureiro era à época, um oficial de elevado estatuto na administração municipal. Sobre ele recaia a responsabilidade e administração financeira do município e não com o poder de dispor das finanças locais como bem entendia. Havia que recolher os impostos, diretos e indiretos, contabilizar os reais e devolve-los à administração régia. Todo o seu exercício era inspecionado, também era chamado ao senado para apresentação das contas e por sua vez, como já foi referido, à Administração do Concelho, que neste caso era o Provedor da Comarca, instituição satélite do poder central.

1 Livro de Receita e despesa. fólio 200. (1592-1597). (AHCMSTR).

De 4 a 29 de novembro, visite a Mostra Bibliográfica “Dia Internacional para a eliminação da violência contra as Mulheres – 25 novembro”, de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00, na Biblioteca Municipal Braamcamp Freire.

O Dia Internacional para a eliminação da violência contra as Mulheres comemora-se a 25 de novembro, uma efeméride celebrada em todo o mundo desde 1999.

Esta comemoração visa alertar toda a sociedade para os casos de violência contra as Mulheres – maus tratos físicos ou psicológicos, um problema que afeta não só os adultos, mas também já a classe mais jovem. Em Portugal, cerca de 80% das pessoas que reportaram ser vítimas de violência doméstica são mulheres. Em 2019, foram registadas até à presente data 29 mortes por violência doméstica, um número já superior ao ano transato de 2018.

Até dia 30 de dezembro, visite a Exposição Coleção de arte contemporânea ‘Manuela de Azevedo’, na Biblioteca Municipal Braamcamp Freire, de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 12h30 e das 14h00 às 17h30. Destaque trimestral para uma obra da autoria de Francisco de Almada: “Casario”, Serigrafia a cores s/ papel, 1983.

Na Casa-Museu Anselmo Braamcamp Freire encontra-se em exposição parte do espólio artístico da jornalista Manuela Ferreira de Azevedo, doado à Câmara Municipal de Santarém no final da década de 80, espólio esse que contempla reconhecidos artistas nacionais e internacionais.

Até dia 24 de dezembro, visite a Exposição “Urbanidade: 150 anos de elevação a cidade”, na Casa do Brasil. A Mostra pode ser visitada de terça-feira a sábado, das 09h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30 (encerra: domingos, segundas e feriados).

Nos últimos 150 anos Santarém procurou acertar o passo com outras cidades médias, no intuito de se afirmar como capital de distrito. Fortemente afetada pelas invasões francesas e pelas lutas liberais, foi-se modernizando ao sabor das novidades comerciais, artísticas, arquitetónicas e culturais do país e do mundo.

Com recurso a objetos, imagens e filmes, a exposição Urbanidade procura explorar as principais conquistas da jovem cidade, nos domínios do abastecimento e do saneamento público, dos transportes e comunicações, da cultura e do desporto, do ordenamento do território e do urbanismo, da educação e da saúde, dos espaços verdes e equipamentos coletivos e da defesa, segurança e proteção civil, recriando ambiências de um passado ainda bem presente na memória dos seus habitantes, lançando as bases para uma reflexão do seu futuro coletivo.

Até 24 de dezembro, visite a Exposição ‘Urbanidade - 150 anos de Elevação de Santarém a Cidade (1868-2018)’, em várias ruas, praças e largos de Santarém. A mostra pode ser vista em diferentes pontos do planalto, onde várias telas apresentam a evolução da terra através de imagens acompanhadas por pequenos textos explicativos. A exposição divide-se em duas partes, a segunda encontra-se na Casa do Brasil - Casa Pedro Álvares Cabral, onde a cerca de 300 fotos se juntam objetos e filmes que mostram as principais conquistas da jovem cidade, desde a cultura e do desporto, educação e saúde, ao abastecimento e saneamento público, dos transportes e comunicações, até ao urbanismo, dos espaços verdes ou aos quarteis militares.

Em permanência:

Visite o Núcleo Museológico do Tempo - Torre das Cabaças, de quarta-feira a domingo, das 09h30 às 12h30 e das 14h00 às 17h30, sob marcação através do telefone: 243 377 290 ou 912 578 970.

No Núcleo Museológico do Tempo encontra-se em exposição temporária um relógio de mesa, do início do século XX, em terracota policromada, representando duas crianças. Este relógio é proveniente da coleção de relojoaria do Museu Municipal de Santarém e está patente até 31 de agosto de 2019.

Sujeito a marcação através dos contatos: tel. 243 377 290 / 912 578 970

Visite o Centro de Interpretação Urbi Scallabis – USCI, no Jardim Portas do Sol, de quarta-feira a domingo, das 09h30 às 12h15 e das 14h00 às 17h15. Contato: tel.- 243 357 288.

Instalado no Jardim Portas do Sol, o Centro de Interpretação Urbi Scallabis concilia, de forma harmoniosa, a dimensão turística e a vertente científica, fruto de um aprofundado trabalho de estudo e investigação.

A área expositiva oferece uma fácil abordagem no domínio inovador da interatividade, que lhe permite, à distância de um toque digital, identificar e localizar o valor do património arquitetónico, a riqueza da tumulária, a abundância da heráldica e a qualidade da azulejaria que a cidade ostenta e que, muitas vezes, os escalabitanos e os turistas desconhecem.

Contactos

  • Município

  • Freguesias

  • Empresas Municipais

  • Segurança

  • Saúde e Serviços Sociais

  • Serv. Judiciais

  • Serv. Públicos

  • Serviço de Higiene e Limpeza

     800 207 776

  • Serviços de Cemitérios

     243 352 034
     

  • Casa Pedro Álvares Cabral/Casa do Brasil

    243 304 652

  • Posto de Turismo

     243 304 437
     

  • Biblioteca Municipal Braamcamp Freire

    243 330 240 
     

  • Divisão de Ação Social e Saúde

     243 304 400

  • BLV- Banco Local de Voluntariado

     243 304 400
     

  • Serviço de Atendimento a Familiares e a Doentes de Alzheimer

    243 304 400

  • Câmara Municipal de Santarém

    243 304 200

  • Programa Rede Social – CLASS

     243 304 424
     

  • Gabinete de Psicologia da Criança e do Adolescente

     243 304 400
     

  • Gabinete de Apoio ao Imigrante e Minorias Étnicas

     243 304 400

  • Secção de Receitas

     243 304 217
     

  • Tesouraria

     243 304 214
     

  • Divisão de Espaços Públicos e Ambiente

    243 304 250

  • Divisão de Planeamento e Urbanismo

    243 304 627 243 304 613

  • Divisão de Educação e Juventude

    243 304 400

  • Ambiente e Sustentabilidade - Equipa Multidisciplinar de Ação para a Sustentabilidade

    243 304 400

  • Serviço de Atendimento da Divisão de Ação Social e Saúde

    243 304 400

  • Divisão de Obras e Projetos

    243 304 241 243 304 297

  • Divisão de Recursos Humanos e Administração

    243 304 200

  • NIAC - Núcleo de Informação Autárquica ao Consumidor

    . 243 304 408 
     

  • Serviço de Sanidade e Higiene Pública Veterinária

     243 304 230
     

  • Relações Públicas e Comunicação

    243 304 400

  • Assembleia Municipal de Santarém

    243 304 223
     

  • Gabinete Técnico Florestal

    243 333 122

    Seg, Qua e Sex: 09h30 às 12h30

  • Departamento Técnico e Gestão Territorial

    243 304 628

  • Sala de Leitura Bernardo Santareno

     243 304 649
     

  • Departamento de Administração e Finanças

    243 304 200

  • Bombeiros Municipais de Santarém

    243 333 122 / 243 333 091

  • Centro Local de Apoio à Integração de Imigrantes

     243 304 400/243 304 409

  • RLIS – Rede Local de Intervenção Social

     914 516 813

     

  • Casa do Ambiente

    243 321 183

  • Loja do Cidadão

    707 241 107

  • Teatro Sá da Bandeira

    243 309 460

     

  • Centro de Investigação Prof. Doutor Joaquim Veríssimo Serrão

    243 304 662

     

  • União de Freguesias da cidade de Santarém

    243 321 531

  • Junta de Freguesia de Gançaria

    243 405 164

  • União das freguesias de Casével e Vaqueiros

    243 441 253

  • União das Freguesias de Azoia Cima e Tremês

    243 479 923

  • Junta de Freguesia de Moçarria

    243 499 592

     

  • Junta de Freguesia de Póvoa da Isenta

    243 769 350

  • União das Freguesias de São Vicente do Paúl e Vale de Figueira

    243 441 857

  • Junta de Freguesia de Arneiro das Milhariças

    243 449 807

  • Junta de Freguesia de Vale de Santarém

    243 769 614

  • União das Freguesias da Romeira e Várzea

    243 469 758

  • Junta de Freguesia de Pernes

    243 440 570 

     

  • Junta de Freguesia de Amiais de Baixo

    249 870 787

  • União Freguesias de Achete, Azoia Baixo e Póvoa Santarém

    243 469 555

  • Junta de Freguesia de Abrã

    243 400 548

     

  • Junta de Freguesia de Alcanede

    243 400 313

  • Junta de Freguesia de Abitureiras

    243 469 599

  • Junta de Freguesia de Alcanhões

    243 429 794

  • Junta de Freguesia de Almoster

    243 491 404

  • Pavilhão e Nave Desportiva Municipal

     243 300 908

  • A.S. - Empresa das Águas de Santarém - EM, S.A.

    243 30 50 50

  • Piscinas do Sacapeito

     243 300 905

  • Complexo Aquático Municipal

     243 300 900
     

  • Viver Santarém

    243 300 900

     

  • Proteção Civil Municipal

    243 333 122/ 243 333 091

  • Bombeiros Municipais de Santarém

     243 333 122 / 243 333 091 

  • Polícia de Segurança Pública

    243 322 022

  • Guarda Nacional Republicana Brigada 2 - Grupo Territorial de Santarém

    243 300 070

     

  • Bombeiros Voluntários De Santarém

    243377900

     

  • Serviço Municipal de Proteção Civil

    800 222 122

  • Hospital Distrital de Santarém

     243 300 200 

  • Centro Regional de Segurança Social

    243 330 400

  • Administração Regional de Saúde

    243 300 700

  • Unidade de Saúde Familiar do Planalto (Centro de Saúde de Santarém)

    243 303 231/32/33 

  • Unidade de Saúde familiar de S. Domingos (C.S. Santarém)

    243 330 600/601

  • Santa Casa da Misericórdia de Santarém

    243 305 260

  • Cruz Vermelha Portuguesa

     243 323 374
     

  • APAV – Associação Portuguesa de Apoio à Vítima

    243 356 505

     

  • GAV - Gabinete de Apoio à Vítima de Santarém

    243 356 505

  • Procuradoria da Instância Local Criminal de Santarém

    243 305 150

  • Procuradoria da Instância Central de Instrução Criminal de Santarém

    243 305 150

  • Procuradoria da Instância Central Criminal de Santarém

    243 305 150

  • DIAP

    243 305 150

  • Procuradoria da Instância Central do Trabalho de Santarém

    243 305 150

  • Procuradoria da Instância Central Cível de Santarém

    243 305 150

  • Procuradoria do Tribunal da Concorrência, Regulação e Supervisão

    243 305 150

  • Procuradoria da Instância Central de Comércio de Santarém

    243 305 150

  • Procuradoria da Instância Central de Família e Menores de Santarém

    243 305 150

  • CTT – Estação

    243 309 730

  • Portugal Telecom, Comunicações S.A.

    243 500 900

  • EDP - LTE - Eletricidade de Portugal

    808 505 505 (linha comercial)

    800 506 506 (avarias

  • Rodotejo

    243 333 200

  • CP - Caminhos-de-ferro Portugueses

    243 333 180

    www.cp.pt

  • Museu Diocesano de Santarém

    243 304 065

  • Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas – CNEMA

    243 300 300

     

×

Reino de Natal